Calendário de vacinação de crianças: Veja cronograma do estado de SP

·2 min de leitura
Calendário de vacinação de crianças em SP foi divulgado durante evento no Hospital das Clínicas, onde primeiras crianças foram imunizadas
Calendário de vacinação de crianças em SP foi divulgado durante evento no Hospital das Clínicas, onde primeiras crianças foram imunizadas (Foto: NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
  • Calendário de vacinação de crianças em SP prevê vacinação de grupos prioritários até 10 de fevereiro

  • Depois do dia 10 de fevereiro, terá início a imunização por idades

  • Primeira criança vacinada no país foi Davi Xavante, de 8 anos

Começou nesta sexta-feira (14) a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19 em São Paulo. O primeiro vacinado foi Davi Xavante, de 8 anos, indígena e com dificuldades de mobilidade

Segundo o calendário divulgado pelo governado do estado de São Paulo, os primeiros a serem imunizados serão aqueles com comorbidades, com deficiêcia e também indígenas e quilombolas. Entre eles, não haverá distinção de idade. 

Em seguida, começará a vacinação por faixa etária em São Paulo. Veja como fica o calendário de vacinação de crianças no estado.

14 de janeiro a 10 de fevereiro: 

  • Vacinação de crianças de 5 a 11 anos com comorbidades, com deficiência, indígenas e quilombolas 

2a semana de fevereiro até o final: início de vacinação por idade

  • 11 anos 

  • 10 anos 

  • 9 anos (parcial)

A segunda dose será aplicada após 8 semanas, segundo indicado pelo Ministério da Saúde. 

Chegada de doses

Na última quinta-feira (13), o primeiro lote, com 1,2 milhão de vacinas da Pfizer chegou ao Brasil. No próximo domingo (16), um novo carregamento com 1,8 milhões de doses será entregue ao país. Até o fim de janeiro, serão 4,3 milhões de doses. O acordo entre Pfizer e Ministério da Saúde prevê a compra de 20 milhões de doses, que chegarão até o fim de março. A aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos terá intervalo de 8 semanas entre as doses.

No entanto, o Brasil precisaria de mais de 40 milhões de doses para imunizar todas as crianças entre 5 e 11 anos. O governo paulista tem a expectativa que, na próxima semana, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) libere o uso da CoronaVac para esta faixa etária.

"Temos 15 milhões de doses da vacina no Butantan, prontas, disponíveis para iniciar a vacinação em uma escala muito maior que, até o presente momento, estão prevista pelo Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde", disse Doria em coletiva de imprensa.

Segundo o governo estadual, São Paulo tem 4,3 milhões de crianças nesta faixa etária e poderia vacinar todas em três semanas. Para isso, aguarda a chegada de doses suficientes. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos