Calor e fogos no oeste da Europa

Calor e fogos no oeste da Europa

Os bombeiros franceses enfrentaram mais um dia de alto risco para incêndios, com os ventos fortes e instáveis e os termómetros a ultrapassar os 40 graus em várias regiões. Mais de 14 mil hectares de floresta já arderam na região de Gironda, no sudoeste do país, onde 3500 pessoas tiveram de abandonar as casas só nesta segunda-feira.

França enfrenta uma onda de altas temperaturas que atingiu o pico esta segunda-feira, na costa ocidental do país, onde os meteorologistas falam em "apocalipse de calor". É nesta região que continuam a lavrar os dois incêndios que mais preocupam.

Espanha

Em Espanha, um comboio que fazia a ligação entre Madrid e a Galiza teve que parar por causa dos incêndios. Passados alguns minutos, a viagem foi retomada mas o percurso foi suspenso.

Segundo os dados oficiais, este ano, já arderam mais de 70 mil hectares de terreno. Nos últimos dias morreram duas pessoas na região de Zamora, uma das zonas mais afetadas.

Portugal

Em Portugal, duas pessoas morreram quando tentavam fugir do incêndio em Murça. O carro em que seguia este casal capotou e caiu numa ravina.

Os país passou esta segunda-feira para situação de alerta, depois de sete dias em situação de contingência por causa do risco extremo de incêndio e das altas temperaturas.

Há ainda três incêndios em Vila Real e um no Fundão que as preocupam as autoridades.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos