Com reforma da Previdência aprovada, Câmara tem recesso adiantado

Com o fim das negociações para aprovação da reforma, a tarde de segunda-feira teve cara de fim de semana na Câmara. (Foto: Agência Brasi/José Cruz)

Com a aprovação em primeiro turno da proposta para mudar as regras de aposentadoria dos trabalhadores brasileiros, a Câmara dos Deputados entrou em recesso branco.

Apesar de segundas-feiras serem bem menos movimentadas nas duas casas legislativas, a tarde desta segunda-feira (15) teve cara de fim de semana, com grupos de turistas em visitas guiadas circulando pelos salões Verde e Azul.

Leia também

Pela manhã, contudo, a aparição surpresa do presidente Jair Bolsonaro (PSL) em uma sessão para celebrar o Comando de Operações Especiais do Exército movimentou o local.

Depois, uma sessão na Câmara estava marcada para as 18h, mas acabou cancelada no meio da tarde. Os pouquíssimos deputado presentes aproveitaram para usar a tribuna da Casa para fazer discursos à vontade.

SENADO

No Senado o dia também foi bem mais tranquilo, com apenas uma sessão não-deliberativa, uma celebração ao dia da Viola e uma reunião da Comissão de Direitos Humanos.

O recesso dos congressistas só começa oficialmente nesta quarta-feira (17), mas a agenda desta terça na Câmara registra cinco reuniões de comissões canceladas. A única convocada é uma para discutir o projeto de lei que prevê reclusão em caso de maus tratos a animais.

No Senado, uma das três reuniões marcadas já foi cancelada e outra, marcada para às 9h, não tinha começado até a conclusão deste texto.