Camerata Bariloche se apresenta no Theatro Municipal do Rio

Um dos mais importantes grupos de câmara da Argentina, o Camerata Bariloche se apresenta hoje no Theatro Municipal, pela série “O GLOBO/Dellarte Concertos Internacionais”. Fundado em 1967, o grupo já fez mais de dois mil concertos mundo afora e contou com a participação de músicos argentinos renomados entre seus solistas, como Astor Piazzolla, Gerardo Gandini e Ljerko Spiller.

Hoje, sob a regência do maestro e violinista chileno Freddy Varela Montero, um time de 16 músicos, entre violinistas, violistas, violoncelistas e um contrabaixista, todos argentinos, apresenta temas de Schubert, Tchaikovsky, Béla Bartók, Pablo de Sarasate, George Gershwin e Leoš Janácek, seis compositores de nacionalidades e marcas distintas.

— A graça desse programa é poder fazer obras muito contrastantes, ou trabalhos que também não são feitos há muito tempo porque são muito difíceis de fazer. O grupo tem uma tradição muito grande, seus músicos são das orquestras mais importantes de Buenos Aires — afirma o violinista Montero, diretor-musical da Camerata de Bariloche. — É um som único, como um vinho velho, ou um charuto cubano, tem algo especial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos