Colegas de 'Êta mundo bom!' ajudaram Camila Queiroz e Klebber Toledo no começo do namoro

Marcelle Carvalho
·2 minuto de leitura
Camila Queiroz e Klebber Toledo: mãozinha dos amigos para o início do namoro

A reprise de "Êta mundo bom!" está fazendo Klebber Toledo e Camila Queiroz relembrarem os primeiros passos do namoro, iniciado no fim da história de Walcyr Carrasco. E eles entregam que os colegas da novela tiveram muita 'culpa' na união dos dois.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

“Tivemos vários cupidos, como a Dayse (Teixeira, caracterizadora). Ela maquiava Camila, que contava um pouco da vida para ela. Depois, Dayse me falava: ‘Camila está solteira... Vocês deveriam se conhecer melhor...’. Ela é muito nossa amiga, foi grande incentivadora.”, conta Klebber.

Leia também

“Camila e eu fomos nos encontrando, percebendo mais o outro, nos dando a chance de olhar além dos personagens. Quando tem que ser é e que bom que foi. Mas os amigos têm sim uma grande parcela de ‘culpa’ no nosso namoro, influenciaram com certeza”, garante o ator.

Camila ainda faz questão de lembrar de Rosi Campos, que faz Eponina, tia de Mafalda, e dava aquele empurrãozinho para ver os dois juntos:

“Ela dizia: ‘O Klebber... Klebber é um príncipe, não é?’. E eu brincava. ‘É? Não acho tudo isso (risos)’. A gente tinha os amigos nos bastidores que torciam muito para sermos um casal.

Fato é que pouco tempo após o fim das gravações, os dois embarcaram, em agosto de 2016, para a primeira viagem romântica em Bariloche (Argentina), revelando ao mundo o que todos nos bastidores da trama queriam que acontecesse: o namoro.