Camilla de Lucas, do ‘BBB21’, já se sentiu insatisfeita por 'um metro de perna' e ser 'magra demais'

Gabriela Medeiros*
·2 minuto de leitura

Camilla de Lucas, participante do grupo camarote no “Big Brother Brasil 21”, trabalha na internet fazendo vídeos bem humorados, além de dar dicas de moda e beleza. No entanto, a influencer, de 26 anos, nem sempre teve uma boa autoestima para compartilhar nas redes sociais e incentivar outras pessoas.

“Eu tenho 1,79m de altura e sempre fui muito magrela. Eu era mais fina do que o meu dedo mindinho e eu não gostava. Chegou uma determinada época da minha vida em que eu não estava mais satisfeita com meu corpo”, disse Camilla em seu canal no Youtube.

Leia mais:

A influencer de Nova Iguaçu disse que pesava 53kg e tem "um metro só de pernas". Por conta da insegurança, não gostava de postar fotos do corpo nas redes sociais e tinha vergonha de usar algumas roupas, como shorts e calça legging para ir à academia. Na época da escola, a sister conta que chegou a vestir duas caças para parecer que tinha mais volume nas coxas.

“Chegava a ser vergonhoso, porque eu nunca conseguia achar roupa na sessão feminina de adulto e tinha que ir na sessão de criança até 16 anos para conseguir uma calça que desse em mim”, relata Camilla, que também revela que sofria bullying na escola por conta do corpo.

Leia mais:

Em alguns vídeos antigos ela conta que chegou a engordar 11kg com dieta específica feita por um nutricionista e frequência na academia por cerca de três anos.

Por muito tempo as ofensas abalaram a sister, mas hoje, com uma carreira de influenciadora consolidada na web, a postura dela é diferente. Camilla compartilha vídeos provando looks e até biquínis para mostrar peças de moda em seu canal no Youtube.

Leia mais:

“É muito importante sim que a gente se ame, se valorize e seja feliz, mas não tem nenhum problema em querer mudar. Eu sempre falo que a gente não tem que pregar só o amor próprio. Eu tenho que me amar do jeito que eu quero ser”, destacou a sister em um vídeo de 2018.

O vídeo que seu perfil compartilhou para comemorar os 6 milhões de seguidores no Instagram, conta algumas conquistas da carioca ao longo de sua história. Uma delas é justamente ter superado as questões com a aparência:

“Aquela moça que usava o colchão antigo da casa para o fundo dos vídeos, a que não tinha câmera para gravação, que sofreu bullying na escola e que a fez ficar super insegura com seu corpo, usou desses obstáculos para se tornar o mulherão que é hoje: que se ama, que cuida muito da família, que alcançou todos os seus objetivos, que foi reconhecida em diversos níveis como criadora de conteúdo e nunca desistiu de sonhar”.