Caminhoneiros fazem protestos em rodovias pelos país

·2 minuto de leitura

Caminhoneiros realizam protestos nesta quarta-feira em trechos de rodovias em Santa Catarina, Paraná, Espírito Santo, Bahia e Maranhão, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) dos Estados. Fazem parte dos atos manifestantes a favor do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Foram registradas manifestações de caminhoneiros em dois pontos na BR-242, no oeste da Bahia.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um ato acontece na saída da cidade de Luís Eduardo Magalhães, sentido Barreiras. O outro protesto ocorre na saída de Barreiras, sentido Salvador.

Em ambos trechos, de acordo com a PRF, apenas carros pequenos e transportes maiores com cargas de alimentos perecíveis estão passando pela rodovia.

No Maranhão, caminhoneiros realizam uma manifestação na BR-230, próximo da saída da cidade de Riachão, a 920 km de São Luís.

Além de apoiarem os atos que ocorreram na terça-feira em favor do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que defendeu pautas antidemocráticas e contra a Constituição Federal, os caminhoneiros pedem a redução de impostos sobre o preço dos combustíveis.

Todos os caminhões que passam pela rodovia estadual estão sendo obrigados a parar no acostamento da BR-230. Apenas está sendo permitida a passagem veículos pequenos, como carros de passeio, ambulâncias, veículos de polícia.

Em Santa Catarina, há pontos de bloqueio em 4 rodovias (BR-101, BR-116, BR-280 e BR-470), em Garuva, Joinville, Araquari, Itajaí, São João do Sul, São Francisco do Sul, Guaramirim, São Bento do Sul, Canoinhas, Mafra, Santa Cecília e Navegantes.

A última atualização da PRF local foi às 14h15, horário de Brasília. De acordo com a PRF de Santa Catarina, manifestantes se concentravam em algumas das vias desde ontem, dia 7 de setembro, por volta das 7h da manhã.

No Paraná, há manifestações nas rodovias federais em Paranavaí e em Maringá.

Em Cambé, manifestantes ocuparam uma faixa e as marginais da rodovia PR-445. O protesto foi encerrado na manhã desta quarta-feira após caminhoneiros impedirem o trânsito de caminhões no trecho por três horas. Veículos de passeio e caminhões carregados com produtos perecíveis não foram impedidos de passar pelo bloqueio.

Após o fim da manifestação, alguns motoristas seguiram para a frente do Parque de Exposições Ney Braga, na BR-369.

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) do Paraná também registrou uma outra manifestação na PR-170, em Rolândia, na mesma região.

Por volta das 11h30, 30 caminhões estavam parados nas marginais da rodovia, em um trecho que liga Rolândia ao distrito de São Martinho.

No Espírito Santo, há mobilizações de caminhoneiros em trechos das rodovias BR-101, BR-262 e BR-447, em Linhares (tráfego lento), João Neiva, Viana, Iconha, Itapemirim, Ibatiba e Capuaba, Vila Velha.

A última atualização da PRF local foi às 14h05, horário de Brasília.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos