Camisa 10 da seleção: Pelé é o que mais vestiu na história, mas deve ser ultrapassado por Neymar

Entre muitas outras coisas na história do futebol mundial, é possível dizer que Pelé é o responsável pela "mística da camisa 10". Depois de ser usado pelo Rei, o número ganhou o símbolo de estampar as costas do melhor jogador de uma equipe. Sendo assim, claro que a 10 da seleção brasileira teria um peso ainda maior.

Jogador com mais títulos de Copas do Mundo da história, com três, Pelé também é quem mais jogou com a camisa 10 da seleção brasileira. Dos 113 jogos do ídolo pelo time canarinho, 105 foram com o número 10 nas costas. Em outras oito partidas, o ex-jogador utilizou outros números, como o 13, na estreia.

Mas esse recorde de Pelé pode estar ameaçado. Com os três jogos que fez na Copa do Mundo do Catar, Neymar chegou a 93 vestindo a amarelinha com o número 10 nas costas. O número do craque do PSG poderia maior, mas entre 2010 e 2011, o jogador utilizou a 11, enquanto o número histórico era usado, na maioria das vezes, por Paulo Henrique Ganso.

No entanto, ainda não se sabe se Neymar seguirá atuando pela seleção brasileira. Depois da eliminação para a Croácia nas quartas de final do Mundial de 2022, o jogador deixou em aberto seu futuro no time canarinho.

Quem mais vestiu a camisa 10 da seleção brasileira?

Pelé - 105 jogos

Neymar - 93 jogos

Rivaldo - 69 jogos

Rivellino - 65 jogos

Zico - 51 jogos

Ronaldinho - 50 jogos

Kaká - 33 jogos

Raí - 29 jogos

Didi - 27 jogos

Leonardo - 23 jogos

Ao todo, 111 jogadores tiveram a honra de usar a 10 da seleção: 18 antes de Pelé e 92 depois. E os nomes trazem curiosidades. A começar pelo último — com exceção de Neymar —, Lucas Paquetá, hoje no West Ham, que foi contestado justamente por usar a 10 nos últimos dois amistosos. Nomes que não fizeram história na seleção estão na lista, como o meia Carlos Eduardo, atualmente no Brasiliense, que teve a honra de ser o 100° a usar a 10 do Brasil, quando jogava pelo Rubin Kazan, da Rússia.

O ranking de quem mais usou a 10 da seleção tem Pelé como líder há 58 anos. Em maio de 1962, o Brasil venceu Portugal no Maracanã com gol dele, que chegou ao seu 28° jogo com o número, ultrapassando Didi para nunca mais ser ultrapassado.