Camisa histórica de Maradona é vendida por R$ 44 milhões

Compra da camisa de Maradona, porém, passa por um dilema. Filha diz que não foi usada no gol.
Compra da camisa de Maradona, porém, passa por um dilema. Filha diz que não foi usada no gol. Foto: (Tristan Fewings/Getty Images for Sotheby's)

Artigo de coleção, a camisa utilizada pelo astro argentino Diego Armando Maradona na partida contra a Inglaterra nas quartas de final da Copa do Mundo de 1986, onde o camisa 10 fez o gol de mão mais famoso da história do futebol, foi arrematada por 7,1 milhões de libras, aproximadamente R$ 44,3 milhões na cotação atual.

A peça de coleção estava sob posse do ex-jogador da Seleção da Inglaterra Steve Hogde, que trocou de camiseta com Maradona naquela partida onde os argentinos bateram os ingleses por 2 a 1 com dois gols do eterno Diego. O segundo gol, depois do gol de mão, é considerado um dos mais bonitos da história, onde Maradona recebe a bola no meio do campo, dribla mais de meio time adversário e finaliza a bola no fundo das redes.

Leia também:

Hodge, inclusive, fez parte da história ao tentar recuar a bola para o goleiro inglês Peter Shilton, onde Maradona pulou e golpeou a bola da partida com a mão, encobrindo o goleiro adversário e marcando o primeiro gol da Argentina. Em 2020, depois de Maradona falecer, o ex-jogador inglês que possui o artigo de colecionador informou que a camisa não estaria à venda, mas mudou de ideia.

Uma das filhas de Maradona, porém, afirma que a peça não foi usada nos gols da partida. Dalma Maradona, em entrevista para uma rádio argentina, disse que: "Não é a camisa que meu pai usou no segundo tempo". Segundo a filha Dalma e a ex-mulher de Maradona, Claudia Villafane, esta é a camisa que Maradona vestiu no primeiro tempo. Ele vestiu uma camisa diferente no segundo tempo, em que marcou os dois gols. “Tenho certeza que Hodge não tem, e eu sei quem tem,” disse Dalma que completou: “Eu não quero dizer quem tem, porque isso é loucura.”

A casa de leilões diz que usou técnicas especiais para garantir que a camisa corresponda aos dois gols, mas a ex-mulher Villafane não se impressionou. “É a nossa palavra contra a daquele ex-jogador. Acho que ele também não precisa do dinheiro, a menos que o leiloe por uma boa causa”, disse ela ao jornal Clarin.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos