Campanha arrecada doações para profissionais da música sem trabalho na quarentena

Natália Boere

RIO - Como o show tinha que continuar, mas, infelizmente, a pandemia não permite, a Associação Brasileira de Música e Artes (Abramus) decidiu promover uma campanha artística humanitária. A ideia é arrecadar verba e doar cestas básicas para dez mil famílias de técnicos de som, roadies, iluminadores, bilheteiros, carregadores, seguranças e músicos que estão sem trabalho durante a quarentena.

— Precisamos apoiar essas pessoas. Nossa categoria foi a primeira prejudicada pela pandemia e deve ser a última a voltar à ativa — afirma Gustavo Vianna, diretor artístico da Abramus.

Artistas como Jorge Vercillo, Roberto Menescal e Paulo Ricardo doaram itens pessoais para serem leiloados na campanha, que já arrecadou mais de R$ 100 mil.

— Se nós nos unirmos e nos ajudarmos, sairemos beneficiados desta pandemia — observa Vercillo, que doou para o leilão a guitarra que usou na gravação de seu primeiro DVD.

As doações podem ser feitas pelo site brbid.com/abramus. Lances podem ser dados pelo mesmo link, até o dia 10 de junho.