Campanha de Bolsonaro quer usar imagens das manifestações já nesta quinta

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O QG da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) está a postos desde a manhã desta quarta-feira (7) para tratar e disponibilizar as imagens do desfile do Bicentenário da Independência e das manifestações para distribuir a apoiadores tão logo quanto possível.

A ideia é ter tudo pronto para usar já na propaganda eleitoral desta quinta-feira (8) e prolongar a sensação de festa que tentam criar.

A grande preocupação até esta manhã era colocar mais gente na rua do que no ano passado para mostrar força e apoio popular ao presidente. As imagens, avaliam integrantes da campanha, cumpriram bem o papel.

Diante de milhares de apoiadores na Esplanada dos Ministérios, o presidente Jair Bolsonaro (PL) discursou em tom de ameaça contra outros Poderes nesta quarta-feira no 7 de Setembro de Brasília, com citação crítica ao STF (Supremo Tribunal Federal) e elogios à primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

A fala em tom eleitoral e com pedido de votos, com uso de Michelle ao seu lado, ocorre no momento em que enfrenta dificuldade para impulsionar sua popularidade entre eleitoras. Bolsonaro está em segundo lugar nas pesquisas, atrás de Lula nas simulações de primeiro e de segundo turno.

Em Copacabana, o chefe do Executivo fez um discurso também em tom eleitoral e atacou Lula. "Não sou muito bem educado, falo palavrões, mas não sou ladrão", afirmando que a esquerda deveria ser extirpada da vida pública.