A campanha contra assédio na indústria do entretenimento que ganhou apoio de Keira Knightley

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Keira Knightley
'Todos temos o direito de trabalhar em espaços seguros e respeitosos, onde a dignidade para todos seja mantida', declarou Keira Knightley

As atrizes Keira Knightly e Naomie Harris se juntaram ao apelo por uma Independent Standards Authority (ISA), um órgão independente para combater e investigar casos de bullying e assédio na indústria do entretenimento do Reino Unido.

A campanha foi criada pelo grupo anti-assédio e bullying "UK Time's Up".

"Para que alguém cumpra seu potencial criativo, não pode haver medo ou desrespeito de qualquer tipo", disse Knightley.

Harris acrescentou que "ninguém deve ir trabalhar com medo de assédio, bullying e abuso".

UK Time's Up criando um plano de ação com a Creative UK, que promove o desenvolvimento de empresas criativas. Os grupos também estão conversando com representantes dos setores de música, TV, cinema, teatro, publicidade, games e moda.

Dame Heather Rabbatts, presidente do Time's Up do Reino Unido, disse que foi um "momento histórico" para a indústria de cinema e TV o plano de criar um novo órgão independente.

"Somente criando um órgão que seja totalmente independente, com processos e investigações que sigam padrões legais de confidencialidade, pode haver confiança para garantir a integridade da indústria."

Naomie Harris
Naomie Harris: 'O local onde trabalhamos deve ser seguro e respeitoso'

No ano passado, a cantora Rebecca Ferguson se reuniu com o Departamento de Cultura, Mídia e Esporte para compartilhar sua experiência de bullying, assédio e discriminação, enquanto trabalhava na indústria da música. No ano anterior, ela disse à BBC que as pessoas que falam sobre questões como racismo ou abuso sexual nas indústrias criativas "se fecham e suas carreiras terminam".

Ferguson disse que a criação de um órgão de fiscalização é "uma oportunidade de mudar a maneira como os trabalhadores do setor são tratados em nosso país". E acrescentou: "Ao apoiar isso, você está fazendo história".

"O ISA é um passo monumental que apoiará futuros profissionais, que podem incluir seus filhos, netos ou familiares. Ninguém merece ir trabalhar com medo."

A Time's Up se uniu ao BFI e ao Bafta em 2017 para estabelecer diretrizes para combater o bullying e o assédio, que foram lançadas no ano seguinte.

A secretária de Cultura, Nadine Dorries, também ofereceu seu apoio à criação da ISA: "Ninguém deve sofrer bullying ou assédio, não importa em que setor esteja. Sinto que cabe às indústrias criativas garantir o bem-estar daqueles que trabalham nelas".

Ela acrescentou que está satisfeita com as medidas tomadas até agora para melhorar os padrões de comportamento na indústria: "Mas quero ver mais. Quero que haja um ambiente seguro e acolhedor para todos que desejam trabalhar no cinema, na TV, na música e nos setores criativos mais amplos, não importa quem eles são, ou de onde eles são."

'Processo adequado'

O presidente do Bafta, Krishnendu Majumdar, afirmou: "Em indústrias que dependem de freelancers em contratos informais e de curto prazo, muitas vezes ouvimos que não há para onde ir quando os contratos terminam. Esta 'zona cinzenta' deixa muitos profissionais com a sensação de que não há recurso, a não ser recorrer à mídia".

"Como uma instituição artística beneficente, o Bafta apoia a proposta de um órgão verdadeiramente independente e confiável, que tenha autoridade e infraestrutura legal para fornecer um processo adequado para queixas e acusações. Acreditamos que a introdução de uma autoridade independente não é apenas uma adição bem-vinda às nossas indústrias, é essencial."

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos