Campanha de Lula planeja ir a igrejas evangélicas combater fake news

Campanha da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva quer melhorar imagem de candidato entre evangélicos. (Foto: AP Photo/Andre Penner)
Campanha da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva quer melhorar imagem de candidato entre evangélicos. (Foto: AP Photo/Andre Penner)
  • Equipe prepara material para ser veiculado nas redes e nas portas de igrejas

  • Um dos slogans diz: 'Bolsonaro usa Deus e Deus usa Lula'

  • Campanha quer lembrar eleitorado que petista sancionou lei da Marcha para Jesus

Para tentar melhor a imagem de Luiz Inácio Lula da Silva entre os evangélicos, o PT irá levar seus militantes e materiais gráficos para a frente de igrejas de todo o país.

A campanha do ex-presidente quer rebater fake news sobre o petista e apresentá-lo como um “homem de Deus”, segundo informações da coluna de Igor Gadelha. A campanha já começou nas redes sociais.

“Você pode ver nas redes dos petistas, estão soltando sempre alguns banners com frases de efeitos. Hoje foi feito essa ‘Bolsonaro usa Deus e Deus usa Lula’. Essas frases vão continuar, mas eles querem fazer alguns papéis impressos para distribuir em porta de igrejas do Brasil tudo. Para lembrar o que o presidente Lula sempre fez. O maior crescimento dos evangélicos foi no governo Lula”, afirmou ao jornalista o pastor Paulo Marcelo (Solidariedade-SP), que atua na ponte entre Lula e os evangélicos.

Algumas das informações falsas que circulam que a campanha pretende desmentir é que Lula iria prejudicar os evangélicos caso eleito. Para isso, a equipe busca reforçar que Lula foi quem sancionou a Lei da Liberdade Religiosa e a lei que criou a Marcha para Jesus.

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

O segmento é majoritariamente bolsonarista. A campanha petista acredita que a disseminação de notícias falsas ajudou a manchar a imagem de Lula e impulsionar a candidatura de Bolsonaro.