Campanha de Lula vê oscilação positiva em pesquisa Ipec

Lula discursa durante comício de campanha em Taboão da Serra, São Paulo, em 10 de setembro de 2022. (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images)
Lula discursa durante comício de campanha em Taboão da Serra, São Paulo, em 10 de setembro de 2022. (Foto: MIGUEL SCHINCARIOL/AFP via Getty Images)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança da corrida à presidência da República com 46% das intenções de voto, de acordo com pesquisa Ipec, divulgada na noite de segunda-feira (12). Assim, ele subiu dois pontos percentuais desde o último levantamento, em 7 de setembro: foi de 44% para 46% de intenções de voto.

Para a campanha do petista, a variação positiva dentro da margem de erro pode ser um movimento de eleitores indecisos e que as medidas do presidente Jair Bolsonaro (PL), como a entrega de benefícios, tiveram efeito esgotado.

Além disso, de acordo com a jornalista Andréia Sadi, da GloboNews, aliados do presidente “estão batendo muito, abaixando o nível” da disputa ao Palácio do Planalto.

Na avaliação da campanha do ex-presidente, a agressividade é boa somente para os bolsonaristas, mas o eleitor indeciso não quer “porradaria”.

O apoio de Marina Silva a Lula é muito bem vista pelos petistas. Para aliados de Lula, a ex-ministra do Meio Ambiente pode cativar um público mais jovem, ajudar a atrair mais os indecisos e a classe média, além de dialogar com os evangélicos.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente:

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)