Campanha de Lula deve questionar Bolsonaro no TSE por 7 de Setembro

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve ir ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra a atuação de Jair Bolsonaro (PL) neste 7 de Setembro.

Integrantes da equipe jurídica do candidato estudam questionar o presidente por abuso de poder e condutas vedadas.

O martelo só será batido ao final do dia, mas já há a avaliação de advogados, pelos atos realizados pela manhã, que Bolsonaro usou a exposição de um evento oficial e estruturas públicas para beneficiar sua candidatura.

Membros da defesa de Lula também apontam que o tempo de exposição que o discurso do presidente teve na mídia retira a "equidade" entre os candidatos.