Campanha nacional contra Bolsonaro marca nova manifestação para 7 de setembro

·1 minuto de leitura
BRASÍLIA, DF, 30.07.2021 - O presidente Jair Bolsonaro recebe o presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, em visita oficial ao Brasil, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
BRASÍLIA, DF, 30.07.2021 - O presidente Jair Bolsonaro recebe o presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, em visita oficial ao Brasil, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

TÓQUIO, JAPÃO (FOLHAPRESS) - A campanha Fora, Bolsonaro, fórum que reúne as organizações que encabeçam os atos pelo impeachment de Jair Bolsonaro (sem partido), marcou para 7 de setembro nova mobilização nacional contra o presidente.

A última manifestação aconteceu em 24 de julho.

As principais pautas da campanha são a saída do presidente, aceleração da vacinação, auxílio emergencial de R$ 600 e fim da violência policial.

A campanha é capitaneada pelas frentes Povo Sem Medo, a Brasil Popular e a Coalizão Negra por Direitos, que reúnem centenas de entidades do chamado campo progressista. Também participam PT, PCdoB e PSOL.

"A continuidade das mobilizações de ruas pelo Fora, Bolsonaro é um imperativo diante dos crimes cometidos pelo presidente da República", diz Raimundo Bomfim, coordenador da CMP (Central de Movimentos Populares) e um dos líderes das marchas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos