Campanha pressiona prefeitos por passe livre no dia das eleições

Campanha pressiona prefeitos por passe livre no dia das eleições. (Photo by: AGB Photo Library/Universal Images Group via Getty Images)
Campanha pressiona prefeitos por passe livre no dia das eleições. (Photo by: AGB Photo Library/Universal Images Group via Getty Images)

Uma campanha feita por coalizão do Idec, da Girl Up Brasil, da Nossas e mais 16 organizações da sociedade civil criou uma petição online para pressionar prefeituras ao redor do Brasil pela gratuidade no transporte público no dia 2 de outubro, quando ocorrem as eleições presidenciais e estaduais no país. O pedido, feito diretamente para mais de 20 prefeitos e prefeitas, visa garantir que todos os eleitores possam votar neste domingo.

O pedido da campanha Passe Livre pela Democracia também pede pela gratuidade no próximo dia 30 de outubro, caso ocorra um 2º turno.

"Em um Brasil profundo e de dimensões continentais, muitos encontram dificuldades para ter acesso às suas zonas eleitorais, principalmente nas periferias", defende a campanha. Até o momento, apenas 7 capitais brasileiras decidiram pelo passe livre via transporte público no dia das eleições.

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP), que reúne todas as capitais e os municípios com mais de 80 mil habitantes no país, entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal para defender a medida. A entidade pede, ainda, que a frota disponibilizada seja semelhante aos dias úteis, "evitando-se superlotação e dificuldades para o eleitor exercer seu dever".

Para participar, basta preencher no site dados de Nome, Sobrenome e endereço de e-mail.

Veja quais cidades vão liberar transporte gratuito nas eleições

No próximo 2 de outubro, dia do 1º turno das eleições, algumas cidades brasileiras vão adotar o esquema de gratuidade no transporte público. Seguindo a onda do Rio de Janeiro, que anunciou a regra nesta quinta-feira (29), outras capitais adotaram a medida para facilitar a locomoção dos eleitores.

“Basta apresentar seu título de eleitor, embarcar e ir às urnas votar em seus candidatos. Vamos exercer nosso direito democrático, independente de quem você vota!”, anunciou o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD) nas redes sociais.

A Prefeitura de Manaus (AM) publicou um decreto que prevê o passe livre das 4h às 18h, após aprovação pela Câmara Municipal. Caso haja segundo turno, a medida também será aplicada. Em Maceió (AL) o transporte coletivo já é gratuito aos domingos, e terá cerca de 600 viagens extras das 7h às 18h.

Confira aqui a lista de cidades com passe livre:

  • Manaus (AM)

  • Rio de Janeiro (RJ)

  • Niterói (RJ)

  • Fortaleza (CE)

  • Salvador (BA)

  • São Luís (MA)

  • Porto Alegre (RS)

Qual a data das Eleições 2022?

O primeiro turno das eleições será realizado no dia 2 de outubro, um domingo. Já o segundo turno – caso necessário – será disputado no dia 30 de outubro, também um domingo.

Veja a ordem de escolha na urna eletrônica nas Eleições 2022

  1. Deputado federal (quatro dígitos)

  2. Deputado estadual (cinco dígitos)

  3. Senador (três dígitos)

  4. Governador (dois dígitos)

  5. Presidente da República (dois dígitos)

Pesquisas eleitorais, como saber em quais posso confiar?

Em meio a essa diversidade de levantamentos existentes no Brasil, muitos eleitores não sabem em quais resultados acreditar.

No primeiro dia do ano passou a ser obrigatório (leia a resolução clicando aqui)o registro junto à Justiça Eleitoral de qualquer pesquisa pública relacionada às eleições para presidente e governador. Porém, se uma pesquisa está registrada não necessariamente significa que ela será confiável, isso porque não há nenhum tipo de fiscalização prévia sobre a metodologia desses levantamentos.

Atualmente, a confiabilidade das pesquisas é garantida no Brasil por meio da transparência. São algumas das informações que devem ser cadastradas junto à Justiça Eleitoral, tornando as pesquisas passíveis de contestação, caso qualquer irregularidade seja encontrada posteriormente:

  • Nome do contratante

  • Valor cobrado pela pesquisa

  • Origem dos recursos investidos

  • Metodologia

  • Período de realização

  • Sistema de fiscalização da coleta de dados

  • Tipo de questionário aplicado

Para identificar os atributos que mais merecem atenção nas pesquisas eleitorais, a reportagem do Yahoo! Notícias conversou com alguns especialistas no assunto e separou uma lista com os pontos mais importantes, confira aqui.