Campanha pró-vacina nos EUA circula caminhão de funerária com mensagem: 'Não se vacine'

·1 minuto de leitura
Caminhão circulou pelas ruas de Charlotte, na Carolina do Norte. Foto: Reprodução/BooneOakley/Twitter
Caminhão circulou pelas ruas de Charlotte, na Carolina do Norte. Foto: Reprodução/BooneOakley/Twitter
  • Ação ocorreu no estado da Carolina do Norte

  • Campanha foi parceria entre agência de publicidade e centro de vacinação contra covid-19

  • Funerária, na verdade, é fictícia

Um caminhão circulou pelas ruas da cidade de Charlotte, na Carolina do Norte, Estados Unidos, fazendo uma “propaganda” de uma funerária com a frase: “Não se vacine”. A campanha foi pensada para incentivar a vacinação contra a covid-19.

A mensagem vinha com a assinatura da "Wilmore Funeral Home" ("Funerária Wilmore", em tradução livre), que, na verdade, não existe. A ação aconteceu no último domingo (19).

Leia também

Foi criado também um site no nome da funerária. Nele, está a mensagem: “Vacine-se agora. Ou nos veremos em breve”. As imagens viralizaram nas redes sociais.

Foto: Reprodução/wilmorefuneralhome.com
Foto: Reprodução/wilmorefuneralhome.com

Ao clicar em “Vacine-se agora”, o visitante é direcionado para o site do centro de vacinação contra a covid-19 StarMed.

A responsável pela campanha é a agência de publicidade Boone Oakley, da cidade de Charlotte. A empresa publicou uma foto do caminhão com a legenda: “Fomos nós. Vacinem-se”.

O jornal local Charlotte Observer afirma que a StarMed apoiou a ideia, com o objetivo de atrair mais pessoas para a vacinação no estado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos