Campanha quer que Bolsonaro intensifique agendas na periferia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
BRASÍLIA, DF,  BRASIL,  07-06-2022 -  O presidente Jair Bolsonaro participa de  Cerimônia Brasil pela Vida e pela Família, no Palácio do Planalto. No evento o presidente fez duras críticas ao STF. (Foto: Gabriela Bilo /Folhapress)
BRASÍLIA, DF, BRASIL, 07-06-2022 - O presidente Jair Bolsonaro participa de Cerimônia Brasil pela Vida e pela Família, no Palácio do Planalto. No evento o presidente fez duras críticas ao STF. (Foto: Gabriela Bilo /Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Integrantes da campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL) à reeleição estão defende que ele participe de mais compromissos nas periferias das grandes cidades.

O diagnóstico é de que é necessário explorar uma imagem de simplicidade e de proximidade com o povo para humanizar mais a figura do presidente. Essa seria uma das estratégias para reverter a alta rejeição entre mulheres e jovens.

Além disso, poderia render boas imagens para a propaganda eleitoral, no segundo semestre.

O plano desses auxiliares seria aproveitar agendas de Bolsonaro em grandes cidades para fazer passeios não anunciados em comunidades como Heliópolis, em São Paulo, e Rocinha, no Rio.

Durante a pandemia, por exemplo, o presidente fez passeios em padarias e comércios de Brasília, apesar da recomendação de distanciamento por conta do coronavírus.

A dificuldade tem sido a falta de interlocução entre as equipes da campanha e presidencial. Embora o núcleo político tenha entre seus integrantes o filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) e o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP-PI), ainda não há uma estrutura formal que priorize agendas e ações palacianas pensando na reeleição.

A expectativa é que a chegada do ex-secretário de Comunicação da Presidência Fábio Wajngarten à campanha ajude a melhorar essa interlocução. Ele terá a missão de identificar ações de governo que conversem com as necessidades eleitorais de Bolsonaro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos