Campanha de Soraya pretende deixar pauta feminina em segundo plano

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 02-08-2022 -  A senadora Soraya Thronicke (União Brasil). (Foto: Ronny Santos/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 02-08-2022 - A senadora Soraya Thronicke (União Brasil). (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A campanha presidencial de Soraya Thronicke (União Brasil) não pretende explorar o fato de ela ser mulher como um dos motes principais de sua candidatura.

Esse elemento será mencionado, mas como algo complementar à biografia da senadora. A estratégia delimita uma diferença com relação à campanha da também senadora Simone Tebet (MDB), que vem utilizando como marca seu olhar feminino para os problemas do país.

A avaliação da equipe comandada pelo publicitário Lula Guimarães é que Soraya tem outro perfil. Conservadora, a senadora comunga algumas pautas com o eleitorado bolsonarista, como a defesa do agronegócio e das armas.

Ao mesmo tempo, ela vai procurar se diferenciar do bolsonarismo raiz, usando como exemplo seu comportamento durante a pandemia, em que defendeu a vacinação e criticou a defesa de remédios sem eficácia, como a cloroquina.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos