Campanha de Trump pede recontagem em Wisconsin

·1 minuto de leitura
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, discursa na Casa Branca em 4 de novembro de 2020
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, discursa na Casa Branca em 4 de novembro de 2020

A campanha do presidente Donald Trump disse nesta quarta-feira (4) que exige uma recontagem em Wisconsin, onde os resultados iniciais mostram o democrata Joe Biden com uma pequena vantagem. 

"Tem havido relatos de irregularidades em vários condados de Wisconsin, que levantam sérias dúvidas sobre a validade dos resultados", disse o gerente de campanha Bill Stepien em um comunicado. 

"O presidente está bem dentro do limite para solicitar uma recontagem e faremos isso imediatamente". 

Wisconsin é um dos estados onde o destino da eleição dos EUA está em jogo.

Com 94% dos votos contados no estado, Biden liderou Trump por cerca de 20.000 votos. 

Embora esse número seja apenas uma parte dos mais de 3,2 milhões de votos dados ao todo, Trump pode ter dificuldade em recuperar a desvantagem meio de uma recontagem típica.

Uma recontagem em Wisconsin durante a eleição presidencial de 2016, na qual Trump conquistou o estado como parte de sua vitória contra a democrata Hillary Clinton, encontrou apenas 131 votos extras para Trump. 

"Vinte mil (votos) é um grande obstáculo", tuitou o ex-governador de Wisconsin Scott Walker, republicano. 

Com Trump e Biden lado a lado no resto do país, os estados que decidem a disputa são Arizona, Geórgia, Carolina do Norte, Nevada, Michigan, Pensilvânia e Wisconsin.

sms/ec/cc/aa