Campanhas buscam doações para vítimas das enchentes na Bahia; saiba como ajudar

·3 min de leitura
*ARQUIVO* NOVA ALEGRIA, BA, BRASIL, 14-12-2021: Estrago provocado pela enchente após chuva no distrito de Nova Alegria, interior do estado da Bahia. A chuva forte que atingiu o sul da Bahia deixou estragos, vítimas fatais e vários desabrigados. (Foto: Eduardo Anizelli/ Folhapress)
*ARQUIVO* NOVA ALEGRIA, BA, BRASIL, 14-12-2021: Estrago provocado pela enchente após chuva no distrito de Nova Alegria, interior do estado da Bahia. A chuva forte que atingiu o sul da Bahia deixou estragos, vítimas fatais e vários desabrigados. (Foto: Eduardo Anizelli/ Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Diferentes campanhas buscam arrecadar doações para as famílias prejudicadas pelas recentes chuvas na Bahia. As ações aceitam desde transferências de dinheiro até itens básicos, como alimentos e produtos de higiene.

O número de municípios em situação de emergência subiu de 25 para 72, conforme decreto da Defesa Civil da Bahia publicado no domingo (26).

As chuvas voltaram a castigar o estado desde quinta-feira (23), com maior intensidade na sexta-feira (24) e no sábado (25). O número de mortos chegou a 18.

O Corpo de Bombeiros Militar da Bahia está arrecadando donativos para as famílias atingidas pelas chuvas. Segundo o órgão, as doações podem ser feitas nos quartéis espalhados pelo estado.

Nesta segunda-feira (27), a OAB-BA (Ordem dos Advogados do Brasil na Bahia) informou que segue em busca de ajuda para as vítimas. Alimentos não perecíveis, água mineral e itens de higiene e limpeza devem ser entregues na sede da seccional, na Rua Portão da Piedade, em Salvador.

A OAB-BA também divulgou em seu site uma lista de outras instituições que estão recebendo doações e transferências de recursos via Pix. Clique aqui para ver a lista.

Em Salvador, o shopping Paralela arrecada itens como alimentos, água, material de higiene e cobertores. As doações podem ser feitas no piso L2 do shopping.

Já a rede Cáritas Brasileira e a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), da Igreja Católica, realizam a campanha #SOS Bahia e Minas Gerais: Solidariedade que Transborda.

A iniciativa busca arrecadar recursos para a compra de alimentos, água potável, roupas, fraldas infantis e adultas, artigos de higiene pessoal e itens de proteção contra a Covid-19. Os donativos devem ser distribuídos pelas Cáritas Diocesanas situadas próximas às áreas em situação crítica.

As doações podem ser feitas pelas contas da Cáritas Brasileira no Banco do Brasil (agência 0452-9 e conta corrente 50.106-9) e na Caixa Econômica Federal (agência 1041, operação 003 e conta corrente 1132-1). O CNPJ é 33.654.419/0001-16.

O grupo Voluntárias Sociais da Bahia, por sua vez, iniciou no domingo uma campanha de arrecadação de donativos. A mobilização não tem prazo para terminar.

Alimentos não perecíveis, água, roupas e materiais de higiene e limpeza podem ser entregues na sede do grupo, localizada no Palácio da Aclamação, no Campo Grande, em Salvador, das 8h às 20h.

O Instituto Liga do Bem também faz mobilização em apoio às vítimas. Há um ponto de coleta de doações na capital baiana (Rua Manoel Antônio Galvão, 25, Pituaçu, Salvador). Repasses de dinheiro são aceitos em conta no Banco do Brasil (agência 2799-5 e conta 33713-7) e via Pix (CNPJ 35.759.019/0001-09).

No domingo, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), fez um sobrevoo nas áreas mais atingidas das cidades de Itabuna, Ilhéus e Itajuípe, sul do estado. Ele disse que as imagens da destruição causada pelo temporal são muito fortes.

"É uma tragédia gigantesca. Não lembro se na história recente da Bahia tem algo dessa proporção. É algo realmente assustador o número de casas, de ruas e de localidades completamente embaixo d'água", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos