Eleições: Campanhas começam a ser restritas; veja o que já está proibido

Determinações estão previstas na legislação eleitoral que regula as eleições no Brasil (Getty Images)
Determinações estão previstas na legislação eleitoral que regula as eleições no Brasil

(Getty Images)

  • Campanhas eleitorais começam a ser restritas antes do primeiro turno das eleições;

  • Horário eleitoral na rádio e na TV deixou de ser exibido a partir de quinta (29);

  • Até sábado, candidatos podem fazer caminhadas, distribuir material e impulsionar conteúdo na internet.

A poucos dias do primeiro turno das eleições, as atividades de campanha dos candidatos começam a ser restritas aos poucos. Nesta quinta-feira (29), por exemplo, chegou ao fim a exibição de horário eleitoral no rádio e na TV e a realização de comícios. As determinações estão previstas na legislação eleitoral.

Os debates entre os candidatos também só podiam ser feitos até às 7h desta sexta-feira (30). O último embate entre os presidenciáveis aconteceu na noite de ontem (29), exibido pela TV Globo, e contou com a participação de Lula (PT), Jair Bolsonaro (PL), Ciro Gomes (PDT), Simone Tebet (MDB), Soraya Thronicke (UB), Luiz Felipe D’Ávila (Novo) e Padre Kelmon (PTB).

Até sábado (1º), um dia antes da eleição, os candidatos podem fazer as últimas carreatas e caminhadas e distribuir material gráfico. Fica liberado, até a mesma data, o impulsionamento de conteúdos na internet – considerado cada vez mais relevante nas campanhas. A partir de domingo (2), a estratégia passa a ser proibida, sendo que quem desobedecer pode ser punido com detenção de seis meses a um ano, prestação de serviços à comunidade e multa de até R$ 15.961,50.

Conforme divulgado pela CNN, a campanha de Lula planejou intensificar o investimento na esfera digital durante toda a última semana de campanha. O principal objetivo é atrair e conquistar o eleitorado jovem. Jair Bolsonaro, que tem forte presença nas redes, também deu maior atenção à internet. Nesta semana, suas lives semanais passaram a ser diárias.

Cronograma de restrições na campanha

  • Quinta-feira (29)

Fim da propaganda eleitoral no rádio e na TV e dos comícios

  • Sexta-feira (30)

Último dia da propaganda paga em jornais impressos e debates permitidos até às 7h da manhã (na rádio e na TV)

  • Sábado (1º)

Último dia para a realização de carreatas, caminhadas e passeatas, para a distribuição de material gráfico e para o impulsionamento de conteúdo na internet

Com informações da CNN

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: