Campeão da Champions pelo Barça vira professor de escolinha comunitária e critica formação de jovens jogadores: 'Focado em redimento'

·1 minuto de leitura

Lateral-direito do Barcelona entre os anos de 2003 e 2008, quando foi campeão da Champions League, o espanhol Oleguer contou o que vem fazendo dez anos após a aposentadoria em entrevista à agência de notíciais "EFE". Aos 41 anos, o ex-jogador vem atuando como professor de uma escolinha de futebol comunitária em Sabadell, cidade onde nasceu.

O projeto, gerido por pais e mães de crianças de 6 a 12 anos, começou em 2018. Oleguer se juntou à monitoria posteriormente. O ex-jogador critica a formação de jovens jogadores atuais e aponta para o foco excessivo em rendimento como um dos problemas.

— Durante minha experiência, me dei conta que o futebol de base está muito focado em rendimento. Na minha visão, acontecem situações humanos que eu não gosto, me incomodam — diz.

O projeto conta com equipes mistas entre meninos e meninas e por enquanto, as equipes ainda não disputam competições. O lateral explica que se envolver em um torneio sem preparação pode dificultar a transmissão de mensagens sobre a importância do trabalho conjunto em detrimento do resultado.

— Há muita gente que idealiza a visão do futebol, o que vemos na televisão e as individualidades. Mas essa dinâmica gera outra um outra dinâmica de pessoas que querem que seus filhos ou filhas joguem e vão bem, mas têm dificuldades com isso, cobrando e dando broncas nos treinos — avalia.