Canadá: ataque a tiros contra sem-teto deixa 3 mortos, confirma polícia

Veículo que foi atingido durante ataque a tiros no Canadá
Veículo que foi atingido durante ataque a tiros no Canadá

A polícia confirmou que um ataque a tiros no início da manhã desta segunda-feira na cidade canadense de Langley, localizada na província da Colúmbia Britânica, deixou três pessoas mortas - uma delas o próprio atirador. Outras pessoas ficaram feridas.

A Polícia Montada Real Canadense disse que o ataque ocorreu em diferentes partes da cidade e do distrito de Langley, que fica a 40 km de Vancouver. As autoridades disseram que o nome das vítimas só serão divulgados após as famílias serem notificadas.

Não está claro o que motivou o crime, segundo a polícia.

O alerta disparado durante o ataque informava que o suspeito era branco, usava boné e tinha uma camiseta de camuflagem. Ele foi mortos por agentes que reagiram ao ataque.

A polícia afirma que as vítimas eram sem-teto e que eram os alvos específicos do ataque.

A agência de notícias Reuters afirma que duas SUVs atingidas por tiros foram avistadas perto do local do incidente.

O atirador também teria disparado contra prédios que estavam fechados e desocupados no momento.

"Nosso coração está com as famílias e amigos de todos os envolvidos nesse trágico evento", disse o prefeito de Langley, Val van den Broke, segundo o site local Langley Advance Times. Ele também afirmou que o número de pessoas em situação de rua é maior em Colúmbia Britânica é maior do que em outras províncias do Canadá, e que as autoridades precisam se esforçar mais para minimizar esse problema.

Já o advogado Kim Snow, que defende os sem-teto, que as vítimas eram pessoas que "apenas precisavam de um local para viver". "Eles precisam de oportunidades, não estão nas ruas por escolha", disse Snow.

Em 2017, uma lista baseada em diversos índices criminais do Canadá apontou que Langley é a sexta cidade mais perigosa do país.

- Este texto foi publicado em https://www.bbc.com/portuguese/internacional-62298571

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos