Canadá celebra primeiro feriado nacional de reconciliação indígena

·2 minuto de leitura
Estudante passa por cartaz em escola do Canadá no primeiro feriado nacional de reconciliação indígena

Por Steve Scherer

OTTAWA (Reuters) - O Canadá comemorou nesta quinta-feira seu primeiro Dia Nacional da Verdade e da Reconciliação em homenagem às crianças perdidas e aos sobreviventes de internatos indígenas, após a descoberta aterradora de mais de mil covas anônimas em duas antigas escolas no início deste ano.

O chamado sistema escolar residencial, que funcionou entre 1831 e 1996, retirou cerca de 150 mil crianças indígenas de suas famílias. Algumas foram submetidas a abusos, estupro e desnutrição em escolas, o que a Comissão da Verdade e da Reconciliação qualificou em 2015 de "genocídio cultural".

Administradas pelo governo e por igrejas cristãs, a maioria católicas, as escolas tinham o objetivo declarado de adaptar crianças indígenas. O governo do primeiro-ministro liberal, Justin Trudeau, instituiu o novo feriado federal em junho.

"O legado da colonização teve repercussões devastadoras para povos indígenas, incluindo a perda de linguagem, cultura e herança", disse a governadora-geral Mary May Simon, a primeira aborígine a servir no Canadá como representante de sua chefe de Estado, a rainha Elizabeth.

"Esta dor é sentida de geração a geração, e continua hoje", acrescentou ela em um comunicado.

A rainha enviou uma mensagem, dizendo que se une aos canadenses "para refletir sobre a história dolorosa que pessoas indígenas sofreram em escolas residenciais do Canadá, e sobre o trabalho que resta para curar e para continuar a formar uma sociedade inclusiva".

A descoberta das covas anônimas reabriu as feridas profundas deixadas pela colonização europeia do Canadá e pelos esforços subsequentes para adaptar culturas indígenas. Hoje, indígenas são vítimas de níveis altos de pobreza e violência e têm expectativas de vida menores.

"Neste primeiro Dia Nacional da Verdade e da Reconciliação, refletimos sobre os impactos duradouros das escolas residenciais", disse Trudeau nesta quinta-feira, um dia depois de assinalar o feriado em um evento realizado no gramado diante do Parlamento. "Lembramos as crianças que nunca voltaram para casa".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos