Canadá especifica como será a vacinação obrigatória para servidores públicos

·1 minuto de leitura
Os funcionários federais têm até o dia 29 de outubro para apresentar o certificado de vacinação no local de trabalho (AFP/Tobias Schwarz)

O governo canadense anunciou nesta quarta-feira (6) a entrada em vigor da vacinação obrigatória para funcionários federais e viajantes a partir de 29 de outubro, dois meses após o anúncio da medida.

Os funcionários federais têm até o dia 29 de outubro para apresentar o certificado de vacinação no local de trabalho, sob pena de serem dispensado sem remuneração.

"Qualquer pessoa que tenha mentido sobre esse certificado terá que enfrentar sérias consequências", alertou o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, durante uma coletiva de imprensa. Exceções serão feitas para funcionários que não podem ser vacinados por razões médicas ou religiosas.

“As exceções, sejam médicas ou não, serão extremamente limitadas e difíceis de obter”, antecipou. Uma "convicção pessoal" não será suficiente para driblar a medida, insistiu.

"Como maior empregador do país, queremos garantir que o governo canadense dê o exemplo", explicou a vice-primeira-ministra, Chrystia Freeland. O serviço público federal tem cerca de 300.000 funcionários.

Os viajantes precisarão apresentar comprovante de vacinação ou teste de covid negativo para poderem embarcar em aviões ou trens a partir de 30 de outubro. A partir de 30 de novembro, apenas os canadenses totalmente imunizados terão acesso a esses serviços.

Mais de 81% dos canadenses com mais de 12 anos estão totalmente imunizados e 87% receberam pelo menos uma dose, de acordo com dados do governo.

amc-ast/dax/ag/yow/ap/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos