Canadá aprova vacina da Pfizer/BioNTech de forma emergencial e imunização deve começar em dezembro

·2 minuto de leitura
Foto: Liam McBurney/PA Images via Getty Images
Foto: Liam McBurney/PA Images via Getty Images

A Health Canada, agência reguladora de vacinas no país, aprovou nesta quarta-feira (09) o imunizante contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech. Depois da análise de dados, os canadenses constataram que a vacina é segura, eficaz e já pode ser aplicada em todo o país, de forma emergencial, para pessoas maiores de 16 anos.

O Canadá é o terceiro país a aprovar o uso do imunizante. Reino Unido e Bahrein já adotaram a mesma medida.

Leia também

"A Health Canada recebeu a submissão da Pfizer em 9 de outubro de 2020 e após uma revisão completa e independente das evidências, a Health Canada determinou que a vacina Pfizer/BioNTech atende aos rigorosos requisitos de segurança, eficácia e qualidade do Departamento para uso no Canadá", afirma o comunicado.

O primeiro-ministro Justin Trudeau disse que a vacinação deve começar ainda em dezembro. O país tem um acordo com a Pfizer para receber 20 milhões de doses. Como são duas doses por indivíduo, a medida atingirá 10 milhões de pessoas. A vacinação será gratuita e se iniciará priorizando pessoas em grupo de risco e profissionais de saúde.

No último dia (01), a Pfizer pediu autorização para utilizar seu imunizante contra a Covid-19 na Europa, medida que pode ser autorizada até o fim do ano.

Negociação com o Brasil

A vacina da Pfizer/BioNTec é uma das quatro que estão sendo testadas no Brasil, que ainda negocia para adquirir o imunizante. Na segunda-feira (07), o Ministério da Saúde divulgou uma nota na qual confirmou que deve assinar o memorando de intenção de compra de 70 milhões de doses da vacina.

O imunizante apresentou 95% de eficácia contra a Covid-19, de acordo com a publicação dos resultados da fase 3 dos testes. Os resultados foram divulgados em novembro.