Cancelamentos e atrasos de voos após bloqueios golpistas diminuem nesta quarta-feira

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - No terceiro dia de bloqueios golpistas em vias e estradas no Brasil, aeroportos ainda sofrem com voos atrasados e cancelados. Na manhã desta quarta-feira (2), porém, os aeroportos localizados nas cidades onde protestos antidemocráticos ocorreram registraram diminuição de voos afetados.

O aeroporto de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, registrou apenas três voos cancelados neste Dia de Finados, de acordo com a GRU Airport, concessionária que administra o local. Entre segunda (31) e terça (1º), este número chegava a 45. Neste período, a rodovia Hélio Smidt, que dá acesso ao aeroporto internacional, estava bloqueada por manifestantes.

Apesar de os golpistas já terem sido dispersados na região, a concessionária orienta os passageiros a verificarem a situação de seus voos com as companhias aéreas.

No aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), 11 voos haviam sido cancelados nesta quarta, até as 10h, conforme informado no painel de voos disponível no site. Nesta terça, havia bloqueios na rodovia Anhanguera e na Santos Dumont, que dão acesso ao aeroporto.

Já no aeroporto Tenente Coronel Aviador César Bombonato, em Uberlândia (MG), nove voos foram cancelados nesta manhã. Rodovias ao redor também haviam sido interditadas pelas manifestações.

No total, 55 voos de aeroportos administrados pela Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária) foram cancelados e quatro sofreram atraso na manhã deste feriado.

Em nota publicada no site, a Latam informa que suas operações seguem normalmente, com alguns impactos pontuais, e que o tempo de chegada aos aeroportos pode ser maior. "Por isso recomendamos que, antes de sair de casa, o passageiro verifique o status do seu voo em latam.com e se dirija ao aeroporto com mais antecedência possível", relata.

Em seu portal, a Gol diz que sua operação poderia ser afetada em alguns aeroportos na terça. A reportagem tentou contato para buscar informações atualizadas sobre esta quarta, mas não teve retorno até a publicação desta matéria.

No comunicado, a empresa também orienta os clientes a verificarem o status de seu voo antes de sair de casa, pelo site, e a programarem sua chegada ao aeroporto de embarque com pelo menos três horas de antecedência do horário da decolagem.

"Para facilitar ainda mais a viagem, a companhia sugere que o check-in seja feito pelo site ou aplicativo, para evitar filas e ganhar tempo. Caso haja necessidade de reprogramação de viagens, os clientes podem entrar em contato com a Central de Atendimento: 0300-115 2121."

Em resposta à Folha de S.Paulo, a Azul relatou que, por conta dos bloqueios nas estradas e rodovias, precisou cancelar o voo AD 1555 (Sinop-Viracopos), nesta quarta. "A Azul segue monitorando a situação e reforça que os clientes do voo cancelado foram reacomodados e receberam toda a assistência necessária da equipe local da Azul, conforme prevê a resolução 400 da Anac", finaliza.