Câncer de Bruno Covas atinge fígado e ossos, mostram exames

·1 minuto de leitura
Sao Paulo's Mayor Bruno Covas poses during an interview with AFP at the City Hall of Sao Paulo, Brazil on May 21, 2020. - The mayor of Sao Paulo Bruno Covas, who has been fighting cancer since last year, announced on June 13, 2020 that he had tested positive for the new coronavirus, but assured that he would remain at the head of the largest city in Brazil. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP) (Photo by NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
O prefeito foi internado na quinta (15) no Hospital Sírio-Libanês para exames. (Foto: NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)

Exames mostram surgimento de novos focos de câncer no fígado e ossos do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), segundo boletim médico divulgado nesta sexta-feira (16). 

De acordo com o comunicado, o prefeito foi internado na quinta (15) no Hospital Sírio-Libanês para realização de exames de controle, onde foram encontrados novos pontos da doença. 

Leia também

"Portanto, foram necessários ajustes no tratamento. Amanhã, está prevista a continuidade da quimioterapia, adicionando imunoterapia", diz o boletim. 

Segundo o comunicado, Covas está clinicamente bem, sem sintomas e apto a seguir com atividades pessoais e profissionais. Covas está sendo acompanhado por equipes coordenadas pelos médicos:

  • David Uip; 

  • Artur Katz;

  • Tulio Eduardo Flesch Pfiffer; e 

  • Roberto Kalil Filho;

Luta de Covas contra o câncer começou em 2019

Na ocasião, a equipe médica do prefeito disse que o câncer no sistema digestivo que ele trata desde 2019 conseguiu "ganhar terreno", mas que o novo nódulo encontrado no fígado do prefeito é menor do que o encontrado há quase dois anos, de acordo com resultados de novos exames. 

O câncer do prefeito originou-se na cárdia, uma válvula no trato digestivo, e depois afetou também o fígado. 

Ele iniciou tratamento ainda em 2019 e evita, desde então, afastar-se de suas funções na prefeitura, limitando suas licenças médicas.

No ano passado, foi reeleito para mais quatro anos de mandato. 

Novo nódulo foi descoberto em fevereiro

Em fevereiro, Covas teve um novo nódulo no fígado descoberto. Entre outubro de 2019 e fevereiro último, o prefeito fez oito sessões de quimioterapia. As lesões cancerígenas regrediram, mas não desapareceram por completo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos