PSDB ameaça expulsar candidata à vereadora suspeita de saquear loja

Foto: Reprodução/ Eleições 2016

Uma mulher que foi candidata à vereadora de Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, pelo PSDB foi supostamente flagrada por câmeras de segurança com sacolas de lojas saqueadas em meio ao caos que o estado vive desde o último dia 4, quando a PM (Polícia Militar) iniciou uma greve.

Marcela Ranocchia tem 23 anos e foi às urnas com o número 45.432. Ela somou 22 votos no pleito e não foi eleita. Marcela continua filiada ao partido, que ameaçou expulsá-la se o fato for confirmado.

Após saber do ocorrido, o partido emitiu uma nota de repúdio à atitude da ex-candidata, segundo reportagem do Jornal do Brasil.

NOTA DO PSDB

O PSDB Cachoeiro vem a público dizer que tomou conhecimento, através das redes sociais, de que uma candidata ao pleito de vereadora no ano de 2016 pelo partido participou dos saques ocorridos em Cachoeiro de Itapemirim, no dia 06/02/17.

As medidas cabíveis para a verificação e punição pelo partido já estão sendo adotadas, inclusive com a instauração de processo disciplinar no Conselho de Ética e Disciplina. Confirmado o fato, após a garantia da ampla defesa e do contraditório, será expulsa.

O PSDB Cachoeiro repudia veementemente qualquer ato de vandalismo ou de ação criminosa perpetrado por qualquer pessoa, ao mesmo tempo em que afirma que a conduta de um de seus membros não se assemelha aos dos demais participantes da sigla.

Cícero Moura

Presidente do PSDB Cachoeiro