Candidata ao Senado em 2018, professora trans engravida a mulher

Duda Salabert em cursinho voltado para público trans em Belo Horizonte (Cristiane Mattos/Futura Press)

Candidata ao Senado por Minas Gerais em 2018, a professora transexual Duda Salabert, 37 anos, inicia o ano com uma notícia que vai além do campo político: sua mulher, a educadora Raísa Novaes, está grávida. O bebê, filho biológico do casal, deve ser tratado pelo nome neutro de Sol.

“Queremos evitar essa imposição de gênero violenta que reduz o ser humano a azul ou rosa”, disse Duda em entrevista ao portal Uol.

Leia mais:
Rodovia ganha nome de professora que morreu para salvar crianças em creche

Duda é casada com Raísa há sete anos; nos dois primeiros, ainda se identificava como homem. A criança deve ser registrada com o nome das duas mães.

Professora de literatura em Belo Horizonte, Duda recebeu 351 mil votos enquanto candidata do PSOL ao Senado. Ela não foi eleita, mas considera ter passado por uma campanha de sucesso.

“Além dos 351 mil votos, conseguimos a façanha de receber votos nos 853 municípios de Minas Gerais. Fiz a campanha sem pedir licença do emprego, lecionando 40 aulas por semana, fazendo faculdade à noite, coordenando um projeto social e com pouco dinheiro. Foi uma campanha barata e que buscou ser ecologicamente correta”, escreveu em sua conta no Instagram.

Foi durante a corrida eleitoral que o bebê foi concebido. Para que a gravidez se tornasse possível, Duda interrompeu o tratamento hormonal que faz parte da transição de gênero.