Candidato em São Gonçalo consegue liminar contra panfletos apócrifos no dia da eleição

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo

O juiz Alexandre Camacho, da 36ª Vara Eleitoral de São Gonçalo, concedeu uma liminar ao candidato do Avante em São Gonçalo, Capitão Nelson, determinando a retirada de circulação de um panfleto apócrifo que, segundo o candidato, teria sido colocado dentro de exemplares do jornal O Globo distribuídos na cidade. O Globo não imprimiu nem distribuiu neste domingo panfletos relacionados ao candidato Capitão Nelson, nem a qualquer outro candidato.

De acordo com a defesa de Capitão Nelson, "a distribuição em massa ocorre desde da madrugada com ajuda de filiados do PT e ocupantes de cargos comissionados dos municípios da baixada, Niterói". O adversário de Nelson na disputa de São Gonçalo é Dimas Gadelha, do PT. Até o momento, sua campanha não se pronunciou.

O juiz Alexandre Camacho determinou a retirada imediata dos encartes e sua apreensão e impediu a distribuição de exemplares do jornal nos quais tenha sido encartado o referido papel.