Candidato que morreu há um mês de Covid-19 é eleito nos EUA

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - David Andahl, 55, venceu a eleição para a Câmara dos Deputados na Dakota do Norte, nos Estados Unidos, mas não poderá assumir o cargo. O candidato, criador de gado e construtor, do Partido Republicano, morreu no último dia 5 de outubro após ficar quatro dias internado com Covid-19. Os casos da doença no estado dispararam a partir de setembro, e 561 mortes já foram registradas. Quando a morte de Andahl foi confirmada, a autoridade eleitoral local decidiu que ele concorreria e, caso vencesse, a divisão do Partido Republicano na região escolheria alguém para preencher seu cargo até que uma eleição especial fosse realizada. Segundo o jornal The Washington Post, desde os anos 2000 ao menos seis candidatos foram eleitos depois de mortos nos Estados Unidos, em diversas esferas da administração pública.