Candidato Sebastián Sichel promete fim da violência no Chile

·2 min de leitura
Apoiador do candidato de centro-direita Sebastián Sichel na Praça Itália, em Santiago do Chile, 18 de novembro de 2021 (AFP/ERNESTO BENAVIDES)

O candidato da centro-direita Sebastián Sichel prometeu nesta quinta-feira (18), no encerramento da campanha, acabar com "a violência no Chile" e afirmou ter capacidade de derrotar a esquerda "com ideias e não com intolerância", em declarações dadas três dias antes da eleição presidencial deste domingo.

Sichel, um advogado de 44 anos sem histórico na política, mas apoiado pela coalizão do governo do presidente Sebatian Piñera, optou por dividir o encerramento de sua campanha em dois comícios privados.

No primeiro, visitou a Praça Itália -epicentro dos protestos de 2019 e que foi rebatizada de Praça Dignidade pelos manifestantes-, por onde seus apoiadores espalharam cataventos de papel amarelos.

No segundo comício, reuniu seus apoiadores em um local ao qual a imprensa não teve acesso.

Em vídeo divulgado por colaboradores, o candidato se mostrou visivelmente emocionado, agradeceu o apoio dos militantes e prometeu que, caso vença a eleição de domingo, acabará com a violência disseminada pela esquerda após os protestos de 18 de outubro de 2019.

Naquela data, milhões de pessoas foram às ruas para fazer reivindicações sociais em um país que sofre com a desigualdade.

"É preciso dizer com todas as letras ao comunismo e ao marxismo, que às vezes se escondem atrás de nomes bonitos e formas bonitas, que não vamos aceitar nunca mais a violência no Chile, que a violência é o oposto da democracia, que a violência política coloca em primeiro lugar os que mais gritam, e não os que mais precisam", discursou Sichel.

"Vamos ganhar porque temos um projeto político majoritário (...) Acreditamos na diversidade, sabemos que ganhamos de qualquer um no segundo turno e somos os únicos com essa capacidade, e essa esquerda é preciso ser enfrentada com ideias, não com intolerância", completou.

"Recuperaremos o Chile para todos, queremos um futuro melhor com esperança e liberdade", concluiu Sichel.

msa/pb/am

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos