Candidato a vereador é preso em operação contra tráfico em São Gonçalo

·1 minuto de leitura

A Polícia Civil realizou uma operação nesta terça-feira no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, para combater a facção do tráfico que atua no local. Na ação, que investigava o uso de estabelecimentos comerciais da região para lavagem de dinheiro por traficantes, foi preso em flagrante o candidato a vereador Valmir Santos Filho, o Nem da Pank (PSL), por abrigar em sua oficina mecânica diversas peças de veículos roubados na área. Agora, a polícia apura se o candidato tem ligação com o chefe do tráfico da região, Antonio Ilário Ferreira, conhecido como Rabicó.

A operação também identificou diversas farmácias na região ligados a Nem da Pank, e a polícia investiga se elas têm relação com o tráfico. Outras farmácias no Complexo do Salgueiro receberam a força-tarefa, e uma delas chegou a ser interditada por falta de licenciamento e pela presença irregular de materiais perfurocortantes. A ação foi realizada pela DECON (Delegacia do Consumidor) e pelas delegacias do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE) e contou com a presença de fiscais do Conselho Regional de Farmácia (CRF).

No bairro de Anchieta, na Zona Norte da capital, a Delegacia de Homicídios (DH) apura se uma disputa entre traficantes e milicianos pelo controle da região está por trás do ataque ao vereador Zico Bacana (Podemos). Há pelo menos dois anos, a região é palco de uma guerra entre traficantes da maior facção do Rio que dominam o Complexo do Chapadão, na Pavuna, e um grupo de milicianos que tenta se instalar no local. A polícia investiga se o alvo do ataque era o parlamentar e qual é a relação dele com a milícia que atua em Anchieta.