Candidatos de Lula e Bolsonaro ao Senado lideram em 18 das 27 unidades da federação

Lula e Bolsonaro são os principais oponentes ao cargo de presidente da República nas eleições de 2022. (Foto: Montagem/TSE)
Lula e Bolsonaro são os principais oponentes ao cargo de presidente da República nas eleições de 2022. (Foto: Montagem/TSE)

A rivalidade entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) pelo comando do Palácio do Planalto tem repercutido nas disputas para o Senado Federal.

De acordo com levantamento feito pelo portal Metrópoles, candidatos bolsonaristas e nomes associados ao petista lideram em, pelo menos, 18 das 27 unidades da Federação.

Os postulantes ligados a Bolsonaro aparecem à frente em nove estados, são eles:

Acre: Alan Rick (União Brasil);

Distrito Federal: Flávia Arruda (PL);

Mato Grosso: Wellington Fagundes (PL);

Mato Grosso do Sul: Tereza Cristina (PL);

Minas Gerais: Cleitinho (PSC);

Rio de Janeiro: Romário (PL);

Rondônia: Mariana Carvalho (Republicanos);

Roraima: Dr Hiran (PP);

Santa Catarina: Raimundo Colombo (PSD).

Já aliados de Lula, lideram em outras nove unidades da Federação. Confira:

Alagoas: Renan Filho (MDB);

Amazonas: Omar Aziz (PSD);

Bahia: Otto Alencar (PSD);

Ceará: Camilo Santana (PT);

Maranhão: Flávio Dino (PSB);

Paraíba: Ricardo Coutinho (PT);

Pernambuco: Teresa Leitão (PT);

Piauí: Wellington Dias (PT);

São Paulo: Márcio França (PSB).

Houve empate técnico entre os aspirantes ao Senado em outros quatro estados: Espírito Santo, Pará, Sergipe e no Rio Grande do Sul.

Todos os resultados correspondem ao levantamento feito pelo portal Metrópoles com base nas pesquisas de intenção de voto para senador que foram registradas por institutos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e realizadas nos meses de agosto e setembro. Foi levado em conta somente as pesquisas que tiveram o cenário estimulado, ou seja, quando o eleitor, antes de responder às perguntas, recebe uma lista com o nome dos candidatos ao pleito.