Candidatos do Acre prometem fartura de empregos e solução para a previdência

Candidatos ao governo do Acre seguem em intensa campanha - Foto: Getty Images
Candidatos ao governo do Acre seguem em intensa campanha - Foto: Getty Images
  • Candidatos ao governo do Acre reforçaram promessas de campanha;

  • Mara Rocha (MDB) quer criar mais empregos para reduzir busca por oportunidades em outros estados;

  • Sérgio Petecão (PSD) deu soluções para a previdência e propôs criação de loteria estadual.

A deputada Mara Rocha (MDB), candidata ao governo do Acre, destacou que o estado pode vivenciar uma avalanche de novos empregos em reunião com sua militância nesta quinta-feira (1º). Ela esteve na livraria Paim, no centro da capital Rio Branco.

“Muitos estão indo embora para ter oportunidade de emprego em outros estados. Por isso, quero ser governadora, para não ver nosso povo indo embora”, apontou, justificando que o Acre era muito melhor no passado e enfrentou um processo de decadência com “os governos de florestania”.

A candidata acrescentou que não quer mais ver “crianças morrerem por falta de medicamentos e médicos para atender”, nem ver “o produtor rural querendo produzir e não ter o apoio do estado”. Na ocasião, também disse que a pandemia não pode ser usada como desculpa para a falta de investimentos em melhorias para a população. Como exemplo, Mara citou obras de asfaltamento feitas em Goiás no período e a abertura de postos de emprego em Santa Catarina. “Muitos dos acreanos estão buscando oportunidades de melhorar suas vidas lá, tendo em vista que aqui não conseguem”, esclareceu.

Quem também reforçou as propostas para o estado nesta quinta-feira foi o candidato Sérgio Petecão (PSD). Ao Gazeta Entrevista, o atual senador falou sobre como cobrir os impactos financeiros da previdência estadual. “Temos que criar uma loteria estadual para que os recursos possam ser usados para cobrir os gastos com a previdência. A situação está ruim hoje, ainda pode piorar”, observou.

Os recursos adquiridos, segundo o parlamentar, poderiam ser usados dentro do Acreprevidência, de forma a contornar o rombo da previdência – uma realidade, conforme apontou. Petecão também usou o espaço da entrevistas para tecer críticas ao governo atual de Gladson Cameli e prometer que, caso eleito, reduzirá “gastos desnecessários” em sua gestão.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: