Cannabis pode prevenir contra Covid, afirma estudo

·2 min de leitura
Os compostos da cannabis podem prevenir a infecção pelo vírus que causa a Covid-19, bloqueando sua entrada nas células, de acordo com um estudo publicado esta semana por pesquisadores afiliados à Oregon State University. (REUTERS/Carlo Allegri)
  • Compostos da cannabis podem prevenir a infecção pelo vírus que causa a Covid-19

  • Canabidiol pode impedir que o vírus entre nas células e cause infecção

  • Componentes tem segurança em humanos, de acordo com estudo

Os compostos da cannabis podem prevenir a infecção pelo vírus que causa a Covid-19, bloqueando sua entrada nas células, de acordo com um estudo publicado esta semana por pesquisadores afiliados à Oregon State University. Um relatório sobre a pesquisa, “Cannabinoids Block Cellular Entry of SARS-CoV-2 and the Emerging Variants (Canabidiólico bloqueia entrada do vírus SARS-COV-2 e suas variantes, em tradução livre)”, foi publicado online na segunda-feira pelo Journal of Natural Products.

Leia mais

Os pesquisadores descobriram que dois ácidos canabinoides comumente encontrados em variedades de cânhamo de cannabis, o ácido cannabigerol ou CBGA e o ácido canabidiólico, também conhecido como CBDA, podem se ligar à proteína spike do SARS-CoV-2, o vírus que causa o Covid-19. Ao se ligar à proteína spike, os compostos podem impedir que o vírus entre nas células e cause infecção, oferecendo potencialmente novos caminhos para prevenir e tratar a doença.

“Oralmente bio disponíveis e com um longo histórico de uso humano seguro, esses canabinóides, isolados ou em extratos de cânhamo, têm o potencial de prevenir e tratar a infecção por SARS-CoV-2”, escreveram os pesquisadores em um resumo do estudo.

Os compostos da cannabis podem prevenir a infecção pelo vírus que causa a Covid-19, bloqueando sua entrada nas células, de acordo com um estudo publicado esta semana por pesquisadores afiliados à Oregon State University. (REUTERS/Mariana Greif)
Os compostos da cannabis podem prevenir a infecção pelo vírus que causa a Covid-19, bloqueando sua entrada nas células, de acordo com um estudo publicado esta semana por pesquisadores afiliados à Oregon State University. (REUTERS/Mariana Greif)

Componentes tem segurança em humanos

O estudo foi liderado por Richard van Breemen, pesquisador do Centro Global de Inovação em Cânhamo do Estado de Oregon na Faculdade de Farmácia e no Instituto Linus Pauling, em colaboração com cientistas da Oregon Health & Science University. Van Breeman disse que os canabinóides estudados são comuns e prontamente disponíveis.

“Esses ácidos canabinóides são abundantes no cânhamo e em muitos extratos do mesmo”, disse van Breemen, conforme citado pela mídia local. “Eles não são substâncias controladas como o THC, o ingrediente psicoativo da maconha, e têm um bom perfil de segurança em humanos.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos