Cano e Matheus Martins marcam, Fluminense vence o Avaí e entra no G6 do Brasileiro

Alívio e euforia. Esses foram os principais sentimentos exalados pelo Fluminense após reencontrar o caminho das vitórias batendo o Avaí por 2 a 0 ontem, no Maracanã. Não que tenha sido uma partida complicada, pelo contrário. A posição do adversário catarinense na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro já indicava a facilidade que o tricolor teria. Mas o fim da série de tropeços é para ser comemorado assim como a vaga no G-6.

Com o resultado, o Fluminense sobe para a sexta colocação com 18 pontos e entrou na zona de classificação para a próxima Libertadores. Também voltou a vencer uma partida desde os 5 a 3 sobre o Atlético-MG, em 8 de junho. Muito por causas das boas escolhas do técnico Fernando Diniz nesta partida.

Primeiramente, claro, o gol de Cano logo no início deu tranquilidade. Aliás, serviu para aumentar uma estatística curiosa: desde que o treinador assumiu, são oito jogos marcando nos primeiros 10 minutos. De um total de 14. Isso só foi possível porque Jhon Arias apareceu como elemento surpresa pela direita para achar um belo passe. O retorno do colombiano e do volante André, principalmente, foram decisivos para a boa atuação tricolor.

Logo na volta do intervalo, o único susto sofrido pelo tricolor: o Avaí chegou a marcar com Bissoli, mas a arbitragem marcou impedimento no lance. Novamente, alívio para a torcida tricolor, que chegou a temer que o cenário de complicação dos jogos anteriores se repetisse.

Nada que o gol de Matheus Martins, o primeiro da joia tricolor no Maracanã, aliviasse os ânimos. De novo na receita de Diniz: marcação alta a explorando o erro de saída de bola do Avaí. Das boas escolhas, uma boa vitória.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos