Cano fará Brasileirão voltar a ter goleador estrangeiro se confirmar artilharia contra o Bragantino

Com 25 gols marcados até aqui no Brasileiro, Germán Cano está muito perto de quebrar uma marca que já dura 50 anos na competição. O argentino pode fazer o torneio voltar a ter um goleador estrangeiro pela primeira vez desde 1972, quando o uruguaio Pedro Rocha anotou 17 gols com a camisa do São Paulo e dividiu o prêmio com Dadá Maravilha, do Atlético-MG. Hoje, o Fluminense enfrenta o Bragantino, às 16h (de Brasília), no Nabi Abi Chedid.

A única possível ameaça seria Pedro Raul, do Goiás, que tem 19 gols. Mesmo assim, ele teria que marcar sete vezes hoje, contra o São Paulo, na Serrinha, e torcer para que o argentino passe em branco. Muito improvável.

Leia mais: Fluminense garante permanência de destaques, define saídas e quer manter até 85% do elenco para 2023

Desde o início da Taça Brasil, em 1959, o ex-jogador do tricolor paulista foi o único atleta nascido fora do Brasil que conseguiu o feito. Também é possível categorizar esta marca de outra forma: Cano caminha para se tornar o primeiro artilheiro isolado estrangeiro na história do Brasileiro.

O atacante ainda tem a chance de quebrar um recorde no Campeonato Brasileiro desde que passou a ser disputado por 20 clubes, em 2006: se anotar mais um gol, se isolará na liderança como maior artilheiro de uma temporada, e deixará Gabigol, que marcou 25 em 2019, para trás.

Financeiramente, a partida é importante para o Fluminense. Caso termine a competição pelo menos em terceiro lugar — posição que ocupa atualmente —, o tricolor irá faturar R$ 40,5 milhões e alcançar a premiação estipulada para a temporada — o clube precisa bater a meta orçamentária, que é de R$ 67,2 milhões (no momento somou R$ 26,9 milhões).

Análise: além da artilharia de Cano, Fluminense ganha boas notícias para 2023 com gol de Alan

Há chance de ficar em segundo lugar, o que faria faturar R$ 42,7 milhões, mas precisa vencer o Bragantino e torcer para o Internacional ser derrotado pelo Palmeiras, também hoje, no Beira-Rio. De todo forma, a temporada acaba acima das expectativas do clube.

O jogo de hoje também marca a despedida de Matheus Martins. Segundo o ge, a venda do atacante de 19 anos para a Udinese, da Itália, está bem encaminhada. Ele se muda na próxima janela de transferências internacionais, em janeiro, e deve ser emprestado ao Watford, da Inglaterra.