Cansado de esperar, homem faz vaquinha e compra material para própria cirurgia no DF

·1 min de leitura
Gabriel só conseguiu ser operado após a vaquinha da família - Foto: Getty Images
Gabriel só conseguiu ser operado após a vaquinha da família - Foto: Getty Images
  • Gabriel Martins ficou 13 dias internado após a cirurgia realizada na última quinta-feira

  • O rapaz sofreu lesão no braço, mas não havia materiais para o procedimento no hospital

  • Sua família organizou uma vaquinha e comprou os pinos necessários para a operação

Um homem de 33 anos foi submetido a uma cirurgia na última quinta-feira (28), em Brasília, para corrigir uma lesão no braço direito. O detalhe é que os materiais para o procedimento foram adquiridos pelo próprio paciente.

De acordo com informações do portal Metrópoles, Gabriel Martins ficou 13 dias hospitalizado, esperando para ter o osso do rádio recolocado no lugar após um acidente durante uma partida de futebol.

Internado no Hospital Base desde o dia 16, quando sofreu a lesão, o rapaz viu sua cirurgia ser seguidamente adiada e foi alertado de que não havia material disponível para o procedimento.

Marcaram a cirurgia para o dia 21. Fui para a sala, me deram anestesia, mas não fizeram o procedimento pois não tinha material. Só viram isso depois”, explicou ao Metrópoles.

Uma nova data foi agendada, e o procedimento deveria ter sido realizado na última segunda-feira (25). “Desta vez me disseram que não havia parafusos em estoque e nem previsão de compra. Foi aí que minha família resolveu fazer uma mobilização”, contou.

Vaquinha entre familiares e amigos

A esposa e a madrinha de Gabriel decidiram reunir amigos e familiares para uma vaquinha. O objetivo era adquirir os materiais necessários para a cirurgia. Foram levantados R$ 6 mil, quantia exata para compra dos três pinos que foram colocados no braço do paciente na última quinta.

Cada um custou R$ 2 mil. Graças a Deus conseguimos, pois cada dia que passa aumenta a possibilidade de eu ter sequelas, como não conseguir fazer diversos movimentos com o braço”, comentou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos