Cantor José Augusto fala de briga com Xuxa, de quem era amigo e confidente: 'Me magoou muito'

Pouca gente sabe, mas durante alguns anos Xuxa e José Augusto foram amigos e confidentes. Eles eram tão próximos que foi na companhia do cantor que a apresentadora encontrou consolo diante do baque que sofreu com a morte de Ayrton Senna, que havia sido seu namorado. Os dois gravaram músicas juntos, e ele era figurinha fácil nos programas dela. Mas essa amizade não existe mais. José Augusto não esconde a mágoa que carrega desde então. Ele diz que tentou se reaproximar da velha amiga, mas sem sucesso.

"Sempre fui muito amigo dela, muito mais do que ela imagina. Quando eu tenho uma amizade, me entrego nessa amizade. Tivemos juntos em muitos momentos difíceis da vida dela, assim como ela nos meus. A morte do Ayrton Senna foi uma baque muito grande na vida dela, e eu estava ao seu lado lá no sítio. Ficávamos até três, quatro da manhã, conversando. Com minha amiga. Jamais teve outra coisa a não ser a amizade, o respeito. Passou o tempo, e depois que a Sasha nasceu, fui fazer uma visita na casa dela. Toquei  'Sábado' no piano pra Sasha. E, depois desse tempo, eu nunca mais consegui falar com ela. Éramos tão amigos que a gente ficava até 4h da manhã no telefone, de madrugada. Às vezes, ela em Nova York e eu no Rio. Mandei fax, não consegui. Telefone eu tinha um monte. Liguei para todos, não consegui. Através da Maria, que era empregada da Xuxa na época, através da Gleici,  que era tia dela, para a produção do programa. Isso foi quase um ano tentando. Às vezes eu tinha folga e tentava falar. Nunca mais obtive uma resposta sequer", contou José Augusto numa live com  Geraldo Luís.

'Hoje eu não faria um programa dela'

Vinte anos depois do afastamento, Xuxa e José Augusto se reencontram num programa apresentado por ela: "A gente não se entendeu mais. Ela me disse umas coisas, eu disse outras. Até que no final, ela disse para mim: 'já sei por que você era tão meu amigo, você só queria aparecer no programa'. Aquilo me feriu tanto... Nunca quis me aproveitar. Eu jamais me aproveitaria de uma amizade assim. Muitas vezes  eu fiz o programa dela porque me interessava, claro,  e muitas outras fiz porque a Marlene (Mattos, diretora)  estava desesperada porque algum artista tinha furado.  Fiz programa com a Xuxa na Argentina, nós gravamos juntos. Por isso, eu acho que eu não merecia ouvir aquele tipo de desabafo. Mesmo depois de ter procurado por ela quase dois anos  e ninguém sequer deu o recado. Hoje eu não faria um programa dela. Aquilo me magoou muito. Se ela me ligar, vou tratar do jeito que sempre a tratei, com muito carinho e respeito".

José Augusto contou também que Xuxa chegou a oferecer sua casa para morar quando o cantor terminou um casamento: "Quando eu me separei na primeira vez, a gente morava perto, em condomínios próximos. Eu me mudei para um hotel e ela estava de mudança para outra casa, em Vargem Grande. Ela foi na portaria do meu hotel com a Lúcia Veríssimo (atriz)  e perguntou se eu não queria ficar na casa dela. Ela estava de mudança e a casa ia ficar vazia. Não aceitei".