Cantor Netinho faz post homofóbico de dois homens se beijando: 'O Brasil do Lula'

Apoiador do governo Bolsonaro, o cantor baiano Netinho, de 55 anos, sucesso nos anos 1990 com o hit "Milla", fez um post homofóbico nas redes sociais ao exibir um vídeo de dois homens se beijando na rua durante a comemoração da vitória do candidato Lula nas eleições para presidência.

"Olha aí o Brasil do pessoal do Lula. Agora faz o 'L' e aguenta", escreveu ele na legenda do vídeo que teve mais 6,4 curtidas e 1,1 mil comentários também homofóbicos.

Desde o resultado da eleição de domingo, Netinho vem compartilhando vários vídeos incitando o ódio contra os eleitores do PT. Em seu perfil no Instagram, o cantor se descreve como "pai, cristão", conservador, patriota, homem de bem e bolsonarista".

Apoiado pelo atual presidente, ele concorreu a uma vaga de deputado federal pela Bahia nas eleições deste ano. Candidato do PL, partido de Jair Bolsonaro, Netinho recebeu 31.448 votos e fica como suplente da chapa.