Cantor sertanejo Juliano Cezar morre após sofrer infarto durante show

RIO — O cantor sertanejo Juliano Cezar, de 58 anos, morreu na madrugada desta terça-feira após sofrer um infarto durante um show em Uniflor, no interior do Paraná. A notícia foi divulgada pela equipe do artista em sua página oficial numa rede social.

Conhecido como "Cowboy vagabundo" (nome de uma das canções de maior sucesso) Juliano gravou ainda "Faz ela feliz" e "Bem aos olhos da lua". De acordo com o "G1", o sertanejo chegou a socorrido em um posto médico perto do local do show. No entanto, o cantor não resistiu.

Juliano começou sua carreira em 1985, gravando sucessos de artistas como Chitãozinho e Xororó, Teixeirinha e Milionário e José Rico de forma independente. Em 1991, ele recebeu o Prêmio Sharp na categoria cantor revelação.

Ao longo de sua carreiro lançou 12 álbuns e dois DVD's, com participações especiais de nomes consagrados do sertanejo como Rio Negro & Solimões, João Bosco & Vinicius e Fernando & Sorocaba.

Além da carreira na música ele também atuou como apresentador de TV em programas de sucesso no meio country como o "Rota Sertaneja", na Rede Bandeirantes.

Segundo o comunicado, o velório será realizado na cidade natal do cantor, em Passos (MG). Os horários do velório e do sepultamento ainda serão divulgados.