Cantora de forró interrompe show para denunciar agressão contra mulher na plateia

Taty Girl interrompeu um show que realizava para denunciar um homem que agredia uma mulher na plateia. A cantora de forró cearense se preparava para iniciar mais uma música, durante apresentação em Ipanguaçu, no Rio Grande do Norte, quando notou a movimentação e pediu ajuda.

"Segura, segura, segura. Do lado direito, um homem batendo em uma mulher. Não aceito, meu amor", denunciou a artista em um vídeo divulgado nas redes sociais. "Olha como o pessoal da segurança é rápido! Chegaram! Leva ele, porque a [lei] Maria da Penha ainda está em ativa! Leva ele, leva ele! Covarde, covarde. Bota um chifre nele, bota um chifre nele! Corno, safado", acrescentou Taty, antes de retomar a apresentação.

Perrengue nas redes sociais e falsa morte

Há alguns meses, Taty Girl viu seu Instagram, de mais de 1 milhão de seguidores, ser hackeado. Como se não fosse suficiente o ataque, os criminosos ainda anunciaram que ela teria morrido, o que preocupou os fãs da artista:

"Passando para tranquilizar vocês. Estou viva, estou bem. Isso não passou de uma maldade desses hackers que não têm o que fazer. Muita gente passou mal, sofreu, achando que era verdade. Estou viva, com saúde, bem e indignada porque é a terceira vez que a minha conta é hackeada", tranquilizou ao recuperar a conta.

Ainda nervosa com o ocorrido, Taty falou que sua família ficou em choque quando viu a fake news. "Meu pai é idoso e se essa notícia chegasse nele, ele poderia morrer. Meus filhos na escola passaram mal e tiveram que vir para casa. Tem pessoas que me seguem com problema cardíaco e ficaram nervosas. Isso não se faz. Até onde vai a maldade do ser humano?", continuou a artista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos