Cantora Kristal Werner vence depressão e traduz em EP cada uma das fases da doença até a sua cura

·1 min de leitura

A cantora gaúcha Kristal Werner decidiu fazer um EP diferente, buscando se mostrar intimamente para o seu público. Isso porque ela decidiu retratar como conseguiu vencer a depressão, buscando explicar cada uma das fases nas quatro faixas do trabalho, intitulado "Aurora".

"O EP retrata o pior momento da minha vida até então, que foi a depressão. Foi muito importante falar sobre o que eu vivi, para que eu pudesse seguir em frente, e para que, a partir de agora, eu possa viver novas histórias", destaca a cantora e compositora.

"Ventania", "Ressaca", "Azul" e "Aurora", nesta ordem, narram os processos de desenvolvimento, terapia e cura da depressão ao longo de sua trajetória, tanto em suas letras e arranjos quanto em seus nomes. Mas ela destaca ainda que o processo não foi fácil.

— Trabalhar com a verdade, com sentimento, com a desconstrução é desconfortante mesmo. Dividir histórias com outras mulheres nunca foi tão importante. Nunca foi tão importante se sentir segura em um ambiente, mesmo que virtual — conta a cantora, que completa: — Chegar no conceito do EP foi muito difícil. A ideia original era a produção de um disco com 12 músicas, que contariam a minha trajetória de vida inteira, então, a depressão seria abordada em apenas uma das músicas. Por conta da pandemia, tive que reformar todo o projeto até chegar no resultado final. Entendi o que eu estava falando através do EP. Mesmo depois de escrever a letra, eu ainda não tinha certeza a respeito do seu significado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos