Cantora Marília Mendonça morre em acidente aéreo; o que se sabe até agora

·4 min de leitura
Marília Mendonça em show, cantando
Marília Mendonça ficou no topo dos artistas mais escutados no Spotify Brasil em 2019 e 2020

A cantora Marília Mendonça, 26 anos, morreu na tarde desta sexta-feira (5/11) em um acidente de avião perto de uma cachoeira na serra da cidade de Piedade de Caratinga, no interior de Minas Gerais. Mais quatro pessoas que estavam na aeronave morreram, incluindo piloto e copiloto. A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

Autora de diversos hits sertanejos, Marília estava em uma aeronave de pequeno porte, da fabricante Beechcraft, a caminho de shows que faria neste fim de semana. Uma das apresentações aconteceria na cidade de Caratinga, a poucos quilômetros de Piedade, na noite desta sexta-feira. Ela deixa um filho de 1 ano e 10 meses de idade.

O velório deve acontecer neste sábado (6) de manhã, em Goiânia.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, além da cantora morreram também o produtor Henrique Ribeiro; Abicieli Silveira Dias Filho (tio da artista); o piloto Geraldo Martins de Medeiros e o copiloto Tarciso Pessoa Viana (antes, a corporação havia divulgado um nome equivocado do copiloto).

Os bombeiros informaram que receberam a chamada sobre o acidente por volta das 15h30. No local, segundo as equipes, havia um forte odor de combustível, mas não havia chamas, nem risco de submersão da aeronave.

À noite, a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) divulgou que "o avião bimotor que transportava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas atingiu um cabo de uma torre de distribuição da Companhia no município de Caratinga".

Bombeiros e brigadista em volta de avião quebrado, sobre cachoeira
Avião caiu perto de cachoeira em Piedade de Caratinga, MG

A empresa PEC Táxi Aéreo, responsável pela aeronave, publicou uma nota lamentando o acidente e afirmou ter acionado imediatamente as autoridades para que fosse feito o resgate.

A companhia também garantiu que o avião estava "devidamente homologado" pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e "plenamente navegável"; que a tripulação tinha "grande experiência" e também estava habilitada pela Anac; e que as condições meterológicas eram favoráveis.

Antes de embarcar, Marília compartilhou um vídeo em suas redes sociais no avião, cerca de duas horas antes da notícia sobre a queda da aeronave. Na publicação, ela anunciou que neste fim de semana faria shows em Minas Gerais.

FAB investigará acidente

Em nota à BBC News Brasil, a Força Aérea Brasileira (FAB) informou que irá apurar o caso. Segundo o órgão, investigadores do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA 3), no Rio de Janeiro (RJ), foram acionados para realizar a ação inicial do acidente.

A FAB detalhou que durante essa apuração inicial os investigadores "identificam indícios, fotografam cenas, retiram partes da aeronave para análise, ouvem relatos de testemunhas, reúnem documentos etc".

Não há um tempo previsto para a conclusão dessa investigação, conforme o órgão, "dependendo sempre da complexidade da ocorrência".

"A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os fatores contribuintes", diz nota da FAB.

Início de carreira precoce

Marília cantando
Com 12 anos, Marília Mendonça já compunha

Marília Mendonça nasceu em 1995 na cidade de Cristianópolis, Goiás. Aos 12 anos, ela já começou a escrever músicas, segundo seu site oficial.

Sua fama nacional estourou entre 2015 e 2016 com hits como "Sentimento louco" e "Infiel".

Com a volta da realização dos shows após mais de um ano de pandemia de coronavírus, a cantora fez uma série de apresentações em Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo no mês de outubro. Para 2022, ingressos já estavam sendo vendidos para o Festival das Patroas, um espetáculo que Marília faria ao lado da dupla Maiara e Maraísa.

As três lançaram no mês passado o álbum Patroas 35%, que foi anunciado em um enorme telão na Times Square, cartão-postal em Nova York.

"Vocês não têm noção do filme que passa na minha cabeça agora. nem nos nossos maiores sonhos imaginávamos que teríamos o trabalho das nossas vidas estampado em uma das avenidas mais famosas do mundo", escreveu Marília Mendonça em sua conta no Instagram, ao compartilhar a divulgação na Times Square.

Na pandemia, a artista esteve à frente na tendência de transmitir lives. Uma destas apresentações virtuais, de 8 de abril de 2020, foi a mais assistida em todo o YouTube no planeta, naquele ano.

Na plataforma Spotify, Marília Mendonça ficou no topo dos artistas mais escutados no Brasil em 2019 e 2020.

*Reportagem em atualização. Mais informações em instantes

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos