Cantora sertaneja morre após ser atingida por carro desgovernado na Bahia

Tâmara Matos, cantora sertaneja, foi atropelada por carro desgovernado e não resistiu - Foto: Redes Sociais/Reprodução
Tâmara Matos, cantora sertaneja, foi atropelada por carro desgovernado e não resistiu - Foto: Redes Sociais/Reprodução

Uma cantora sertaneja do município de Itabuna, no sul da Bahia, morreu após ser atingida por um veículo desgovernado na tarde da última quinta-feira (2). Tâmara Matos, de 27 anos, seguia para um restaurante com duas amigas, quando foram surpreendidas pelo carro, que subiu a calçada. As informações são do G1.

A cantora e uma das jovens foram vítimas de atropelamento, Tâmara também chegou a ser arrastada por alguns metros pelo chão.

Ela e a amiga cujo nome não foi divulgado, foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e levadas para o Hospital Calixto Midlej Filho. Tâmara não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade. A outra vítima não teve ferimentos graves, foi atendida e liberada.

Uma idosa de 66 anos, que não teve o nome divulgado, era quem estava conduzindo o veículo. Ainda não há informações sobre o que causou o acidente e se a mulher ficou detida. A motorista, no entanto, responderá por homicídio culposo.

A cantora preparava uma concorrida agenda de shows para o São João e se apresentou em Coaraci, cidade da mesma região de Itabuna, no último final de semana. A jovem era engenheira e também trabalhava na Secretaria Municipal de Infraestrutura de Itabuna. A prefeitura emitiu nota lamentando a morte.

“Lamentamos profundamente a morte de Tâmara Matos, uma grande mulher, artista e principalmente mãe. Dia triste, em sua memória decretamos luto de três dias”, destacou a prefeitura da cidade.

O corpo da artista será sepultado no cemitério do município, nesta sexta-feira (3).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos