Caoa Chery começa a fabricar carros híbridos em Goiás um mês após fechar fábrica em SP

Um mês depois de anunciar o fechamento de sua unidade de Jacareí, no interior de São Paulo, para ser adaptada para produção de veículos elétricos, a Caoa Chery informou que está iniciando a fabricação de modelos híbridos SUV na planta de Anápolis, em Goiás. Segundo a montadora, começam a ser produzidos, este mês, o Tiggo 5x Pro Hybrid e o Tiggo 7 Pro Hybrid.

Em alta: Venda de carros elétricos sobe 77% no Brasil, com maior diversidade de modelos. Veja lista com os mais vendidos

Sony:Fabricante do Play Station planeja vender carros elétricos

Veja como resolver: Falha no Instagram faz stories já vistos serem repetidos

O sistema híbrido funciona recuperando a energia cinética gerada nas frenagens. Essa energia é armazenada em uma bateria e utilizada para auxiliar e aumentar a potência gerada pelo motor a combustão, quando solicitado.

O sistema é inteligente e detecta, a partir da forma de condução do motorista, quando há necessidade por economia ou por desempenho. Com isso, há redução de 14% nas emissões de CO2 e economia de até 13% no consumo de combustível.

Os Suvs Tiggo 5x Pro Hybrid e Tiggo 7 Pro Hybrid chegam ao mercado na segunda quinzena de julho e também terão versões a combustão.

A montadora informou ainda que, no final de junho, chegará às concessionárias, o iCar, subcompacto 100% elétrico, importado da China. Vendido em território chinês há cinco anos, o veículo já teve 200 mil unidades comercializadas.

Esquenta:Frio chega mais cedo e varejo de vestuário espera o melhor inverno em vendas desde 2014

No Brasil, será vendido por R$139.990,00, o que o coloca como um dos mais baratos do segmento. Tem capacidade para quatro passageiros. O iCar tem autonomia de 282 quilômetros e a bateria pode ser carregada em 36 minutos em estações de carga rápida.

A partir de agosto, também será vendido no Brasil o sedan Arrizo 6 Pro Hybrid, em versão importada. Também em agosto, será vendido o Tiggo 8 Plug-in Hybrid. Tem capacidade para até sete passageiros e conta com dois motores elétricos.

Entenda: A alta de juros está perto ou longe do fim? Analistas veem risco para inflação em 2023

“Estamos liderando a virada tecnológica da nossa indústria com a complementação do nosso portfólio, seguindo a tendência global de carros verdes”, afirmou em nota Marcio Alfonso, vice-presidente de operações da montadora.

A Caoa Chery garante que a unidade de Jacareí voltará a acionar suas linhas de produção em 2025, para produzir carros eletrificados. Mas o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região suspeita que a unidade será fechada definitivamente.

Na semana passada, foi fechado acordo de indenização para mais de 400 funcionários demitidos da unidade. A Caoa Chery garantiu ao Ministério Público do Trabalho (MPT) que a unidade voltará a funcionar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos